Coluna de César Ifarraguire

De Trivela
26 de Novembro de 2016 às 07:55

Queda anunciada
Embora haja chances matemáticas para o Internacional permanecer na elite do futebol brasileiro, a possível queda para a Segunda Divisão já era anunciada há um bom tempo. A arrogância e a displicência dos cartolas foram os reais motivos para este insucesso do maior clube do RS. Cito alguns erros bizarros da flagelante gestão de Vitório Píffero: demissão de Diego Aguirre nas vésperas de um GRENAL sendo que sob seu comando Aguirre chegou às semifinais da Libertadores. Deixar-se enganar pelo título gaúcho no qual o grande rival abriu mão. Insistência com Argel Fucks, sabendo que o time ganhava, mas, não convencia nem a “mãe do Badanha”. Contratação e demissão covarde do ídolo Falcão. Deram apenas cinco jogos para que o profissional pudesse transmitir suas ideias e conceitos, uma piada e falta de consideração com o ser humano. Contratações de nível, tipo Fernando Bob, Fabinho, Anselmo. Insistência em manter Paulão e Gefferson na equipe. E a mais catastrófica de todas, acreditar em Celso Roth como salvador. Meu Deus, até uma criança de dois anos sabia que com Roth as probabilidades de alegrias e conquistas são remotas, pois, o homem é teimoso e ultrapassado. Agora nos resta aceitar a queda, resgatar a humildade e voltar forte, sempre respeitando os outros, coisas inexistentes na gestão Píffero.

Brilho, vitória e show
Quero, através da coluna, expressar meu reconhecimento e parabenizar a todos meus amigos gremistas pela exuberante vitória obtida num Mineirão lotado de atleticanos no primeiro confronto das finais da Copa do Brasil. Que aula de futebol. O Tricolor Gaúcho não deu chances para o Galo tentar jogar seu futebol. O primeiro tempo foi um passeio humilhante do time gaúcho. O placar foi injusto, 3 ou 4 seria normal. Os mineiros, atônitos, só observavam as intensas movimentações e o rápido toque de bola. Uma vitória gigantesca que credencia o clube da Arena a ser o primeiro pentacampeão da história da Copa do Brasil. Brilho, vitória e show. Parabéns aos gremistas!

Abraços
Hoje envio meu abraço ao meu ilustre amigo gremistão Luis Polycena. O Polycena era nosso atacante nas peladas de futebol de salão na quadra da Igreja Sagrada Família e outras tantas que nos divertiam em uma época mágica que infelizmente não volta mais. Parabéns meu amigo com o sucesso do seu time e obrigado por acompanhar a coluna!

Pensamento
“Se o dinheiro for a sua esperança de independência, você jamais a terá; A única segurança verdadeira consiste numa reserva de sabedoria, de experiência e de competência.” (Henry Ford)

*Um ótimo e abençoado final de semana!
 

César Ifarraguire , empresário e desportista escreve nas edições de sábado sobre esportes e atualidade.

Email: cesarifa1@gmail.com

Mais artigos de César Ifarraguire