Coluna de César Ifarraguire

De Trivela
25 de Fevereiro de 2017 às 07:55

Calendário Maluco
Escrevo a coluna sem saber o resultado de Criciúma e Internacional válido pela Primeira Liga. A CBF inventa cada competição para encher cada vez mais sua gorda conta bancária e os clubes e atletas que se danem. Primeira Liga? Por favor, isto não leva a nada. Depois, principalmente os técnicos, esbravejam e vomitam toda sua ira contra o calendário do futebol brasileiro. Um calendário maluco que conta com a conivência da maioria dos cartolas brasileiros.

Oeste
Neste início de temporada assistir jogos do Internacional deixou de ser prazeroso. O time do colorado está muito ruim. Pela Copa do Brasil, apesar da goleada contra o inexpressivo Oeste paulista, o desempenho mais uma vez ficou abaixo do esperado. O setor defensivo é o mais fragilizado. Uma simples bola alçada para a área e nossos zagueiros se confundem, não marcam e obrigam o bom goleiro Danilo fazer seus costumeiros milagres. O técnico Zago, que no passado foi um excelente zagueiro, chegando inclusive à Seleção Brasileira, está tendo enormes dificuldades para acertar o posicionamento de seus defensores. Caríssimos leitores, eu como colorado da gema estou assustadíssimo com este início de temporada. Qualquer adversário que tenha limitações técnicas, mas, um bom preparo físico impõe sérias dificuldades ao clube do povo.

Sorte
Já dizia o poeta que sorte tem quem acredita nela. O meia Anderson deve ser um desses. Contratado a peso de ouro, não contribuiu absolutamente nada para o Internacional. Teve inúmeras oportunidades e sua produção foi decepcionante. Protegido por um contrato que lhe rende mais de meio milhão de reais mensais, Anderson se acomodou. Sem saber o que fazer, a direção colorada decidiu emprestá-lo ao Coritiba. Anderson vai receber seu salário integral do Internacional e mais uma gratificação de 150 mil mensais do clube paranaense. Vai ter estrela assim em outro planeta!

Carnaval
E chegou o Carnaval. A festa dos foliões e a dor de cabeça para as autoridades. Neste período de quatro dias os exageros são comuns e as irresponsabilidades crescem. Divertir-se faz parte e é saboroso, mas, os limites deveriam ser respeitados. Para quem vai pegar a estrada em busca de um descanso, cuidados redobrados. É nesta época que ocorre o maior índice de acidentes. Evite transitar em horários de picos, tipo meio dia e à tardinha. 

Abraços
Hoje meu abraço vai para meu amigo colorado, renomado empresário e parceiro de pescanha Wilson Pippi que no último dia 22 completou mais um ano de existência. Parabéns campeão. 

Pensamento
“Antes solteiro no Dia dos Namorados, que namorando no Carnaval”. (Matheus Peixoto Philippi)

*Um ótimo e abençoado final de semana!
 

César Ifarraguire , empresário e desportista escreve nas edições de sábado sobre esportes e atualidade.

Email: cesarifa1@gmail.com

Mais artigos de César Ifarraguire