Coluna de César Ifarraguire

De Trivela
13 de Maio de 2017 às 07:40

Idoneidade
O Novo Hamburgo sagrou-se campeão Gaúcho de Futebol no último domingo diante do gigante Internacional. O time comandado pelo meu amigo Beto Campos foi merecedor em todos os sentidos. Desde o início da competição até os jogos finais atuou no mesmo padrão. Rigorosa marcação e intensa movimentação. Parabéns ao NOIA pelo histórico título. Venceu com todos os méritos possíveis. A idoneidade não foi surpreendente e sim justa!

Zago
Muito se discute da permanência ou não do técnico Zago. Os que defendem sua continuidade dizem que tem que dar tempo para o profissional mostrar suas habilidades. Os que querem sua saída afirmam que o profissional em quatro meses de trabalho não somou absolutamente nada de positivo. Eu, particularmente, acredito em persuasões. O técnico colorado não tem convicções e isso, ao menos para mim é fundamental, por isso creio que ele deveria sair. Zago errou nas duas partidas das finais. Na primeira, no Beira Rio lotado, escalou de forma equivocada o volante Anselmo. No intervalo foi obrigado a corrigir devido à pressão da torcida. Passados sete dias, novamente repetiu o erro ao lançar o jogador Ernando (marcado pela torcida) na ala esquerda. O que aconteceu todos sabem. Por isso que na minha concepção Zago fracassou por falta de convicção e coragem de vencer. Caso comece a série B jogando pouco, podem apostar que Eduardo Baptista virá a Porto Alegre!

Mamães
Não existe nada comparável, medido e profundo que o amor de uma Mãe! As Mães viram umas feras indomáveis quando insultam e ameaçam seus filhos. As mães choram em silêncio e amam espontaneamente. Os filhos quando estão enfermos ou tristes socorrem-se aos abraços afetuosos e poderosos da mãe. Mãe é tudo. É ela que segura à barra e nos chama a atenção quando necessário. Não sei o que eu faria para dar um abraço novamente em minha mãe. Aliás, sei muito bem. Faria qualquer coisa, mas, como isso não é mais possível, guardo no meu coração todo o afeto que ela me proporcionou. Portanto, meus ilustres leitores amem suas mães e valorizem o máximo que puderem. E, jamais esqueçam que só DEUS E AS MAMÃES tem a capacidade de perdoarem tudo.

Pensamento
“O amor de mãe por seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo. Ele não obedece a lei ou piedade, ele ousa todas as coisas e extermina sem remorso tudo o que ficar em seu caminho.” (Agatha Christie)

*Um ótimo e abençoado final de semana!

César Ifarraguire , empresário e desportista escreve nas edições de sábado sobre esportes e atualidade.

Email: cesarifa1@gmail.com

Mais artigos de César Ifarraguire