Coluna de Airton Peruzzi

Dois toques
07 de Fevereiro de 2015 às 07:55

GAUCHÃO – Procurei assistir e acompanhar a grande maioria dos jogos nestas duas rodadas iniciais do Campeonato Gaúcho. A primeira consideração a fazer é que as equipes do interior estão mais bem preparadas para a competição. Lajeadense, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Aimoré e Brasil de Pelotas são os destaques positivos. A dupla Ca-Ju decepciona. Justamente o futebol de Caxias, que há anos tem se caracterizado como a terceira força do futebol gaúcho. Mas, como se vê, há um número considerável de equipes apresentando futebol de boa qualidade.

GAUCHÃO II – Da dupla Gre-Nal esperava-se muito mais até aqui, principalmente do Internacional, que de longe possui o grupo mais qualificado, em todos os setores. Os empates do Colorado, contra Lajeadense e São José, escancararam um total desequilíbrio do setor defensivo em relação ao restante do time. Foram cinco gols sofridos nas duas partidas. Aquilo que o meio-campo e o ataque produzem, a defesa entrega com muita facilidade. Talvez o ingresso do zagueiro Réver consiga ajustar a avenida deixada pelo limitado Paulão e pelo esforçado Ernando. Ainda, o volante Nilton parece carregar um elefante em cada perna. Se corrigir o sistema defensivo, o Inter é candidato a título em qualquer competição que disputar.

GAUCHÃO III – Você contrata alguém para fazer uma reforma na sua casa. O profissional chega, não vê casa e descobre, na sequência, que o terreno nem sequer pertence ao contratante. Esta é a realidade do Grêmio. Este berçário que o “titio Felipão”, com sua capacidade e feeling, apresentou nestes dois jogos situa-se a quilômetros de distância do desenho de uma equipe que possa produzir esperanças de conquistas no curto tempo no sofrido torcedor gremista. O projeto não é para o curto prazo.

REFORMULAÇÃO DOS CLUBES BRASILEIROS – A maioria dos clubes brasileiros vive num mar de dívidas, quase que impagáveis. Clubes gastando perto de R$ 15 milhões mensais para manter o futebol. Um mundo fora da realidade brasileira. Esta farra terá de ter fim um dia. Talvez resida aí o protagonismo do Grêmio, iniciando em 2015, novo tempo para o nosso futebol, sob a égide de gestões comprometidas com a saúde financeira dos clubes.

PACIÊNCIA – O torcedor de qualquer clube quer resultados e “pra ontem”. No futebol, o exercício da paciência, da compreensão e da racionalidade exigidas nas reformulações mais profundas martiriza a paixão. No caso, para o torcedor gremista, que não comemora um título importante há anos, este tempo necessário para as mudanças poderem apresentar resultados é uma eternidade. Ainda, tem o agravante de perceber que no rival são reais e iminentes as possibilidades de conquistas imediatas de títulos. Na rivalidade Gre-Nal, tenho muitos amigos, gremistas ou colorados, que ficam alegres (na mesma proporção) no fracasso do rival ou na conquista do seu clube.

TESTE FORTE – O Inter recebe hoje à tarde o Novo Hamburgo, 17h, no Beira-Rio. Considero a equipe do Vale dos Sinos, no papel, como uma das melhores equipes deste Gauchão. Será um bom teste para verificar se houve ou não evolução do Internacional em relação aos jogos anteriores. Resultado diferente de vitória aumentará o grau de desconfiança do torcedor colorado em relação ao trabalho do técnico Diego Aguirre. O plantel é qualificado. Por isso, único julgamento neste momento é o da capacidade do técnico em fazer a equipe produzir.

RETA FINAL DE PREPARAÇÃO – O Santo Ângelo começou ontem à noite, contra o Inter-SM, série de amistosos, os quais possibilitarão ao técnico Zica Pagliarini fazer avaliações sobre o trabalho feito até aqui e as potencialidades do time. Nenhuma avaliação neste momento é definitiva, apenas indicará correções. A equipe missioneira está recebendo mais um reforço: zagueiro João Carlos, que estava no União Frederiquense.

PENEIRÃO – Neste sábado e domingo, nos turnos da manhã e tarde, no Marcelo Mioso, a Asaf promoverá “peneirão” para suas categorias de base, do sub-11 ao sub-20. Interessados deverão comparecer no local, fardados para o futsal e munidos de documento de identidade.

Fonte: Jornal das Missões

Email: airtonperuzzi@ibest.com.br

Mais artigos de Airton Peruzzi