Coluna de Eduardo Matzembacher Frizzo

Para aqueles que iniciam uma faculdade
10 de Junho de 2017 às 16:52

Recado para quem inicia seus estudos no ensino superior: só conhecimento técnico e teórico do curso de vocês não adianta.
Vocês precisam de cultura, de arte.
Vocês precisam estar bem informados e principalmente saber interpretar por vários ângulos as informações que chegam até vocês.
Leiam boa literatura.
Leiam sobre coisas que não fazem parte do curso de vocês.
Conheçam a história da sua cidade, do seu estado, do seu país.
Assistam bons filmes, boas séries, bons documentários.
Ouçam boa música.
Se tiverem a oportunidade, visitem exposições, museus, frequentem teatros e shows de pessoas que pretendem trazer algo mais que entretenimento com o seu trabalho.
Desenvolvam o bom gosto, pois é desse modo que vocês poderão exigir sempre o melhor para vocês.
Viagem.
Não se contentem com pouco, mas não sejam egoístas que pensam com seu umbigo e mais nada.
Deixem as ideias fluir.
Não sejam amargos e muito menos fundamentalistas.
Tenham bom humor.
Observem a realidade de vocês.
Procurem conectar aquilo que vocês aprendem e aprenderam com a vida de vocês.
Não sejam preguiçosos.
Não sejam enroladores.
Sejam curiosos.
Se vocês sabem, sabem.
Se não sabem, estudem, porque do contrário vocês serão desonestos consigo mesmos – e essa é a pior de todas as desonestidades.
Utilizem corretamente a língua portuguesa em todos os momentos e, caso possam, aprendam outro idioma.
Sejam críticos mas não sejam otários, pois só há validade em uma crítica se ela for fundamentada, embasada.
Principalmente no Direito, procurem olhar para as pessoas, procurem notar e compreender seus problemas, seu sofrimento, suas desilusões, seus erros - mas não hajam como “juízes supremos” de tudo e de todos.
Não se isolem em uma torre de marfim.
Não contemplem tudo só partindo das janelas dos seus quartos.
Somente assim, vocês irão desenvolver uma visão abrangente, sensível e humana do mundo e da vida.
Conhecimento científico específico é fundamental, mas vocês precisam se acostumar a estabelecer relações entre os mais diversos assuntos, entre os mais diversos temas – e a única maneira de isso acontecer, é o exercício contínuo e intermitente de práticas como essas que citei, pois o saber apenas transformará a vida de vocês se vocês permitirem essa transformação.
Como diria o mestre Warat, “despinguinizem” – e, acima de tudo, lembrem que vocês tem o dever de fazer do mundo um lugar melhor.

Mestre em Direitos Humanos e Desenvolvimento pela Unijuí. Especialista em Docência para o Ensino Superior e graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela CNEC/Iesa Santo Ângelo. Advogado e professor universitário em sede de graduação e pós-graduação no Curso de Direito da Faculdade de Balsas (Unibalsas/MA). Diretor Jurídico da Sociedade Racionalista (www.sociedaderacionalista.org). Editor e responsável pelo blog Não é céu. (www.naoeceu.blogspot.com).

Email: eduardo7frizzo@hotmail.com

Mais artigos de Eduardo Matzembacher Frizzo