Coluna de Marcelo Blume

Todos preparados?
16 de Maio de 2017 às 08:00

A intenção de hoje é convidar os amigos leitores para uma reflexão sobre o quanto cada um de nós enquanto profissionais e nossas empresas e instituições estão preparadas para um novo ciclo de crescimento do consumo e desenvolvimento da economia.

Tivemos cerca de 3 anos com a pior situação econômica da história deste país, sendo 1 com crescimento nulo e 2 anos de PIB negativo, fato nunca antes ocorrido. Neste 1º semestre de 2017 vivemos um momento diferente, proporcionado pela queda constante dos juros, e tendência de baixas frequentes para todos os próximos semestres estimados, assim como a queda da inflação surpreendendo e forçando a revisão das previsões de orçamentos do ano passado para este ano, a melhor taxa cambial dos últimos anos, dentre outros como as perspectivas positivas que as reformas trabalhista e previdenciária proporcionarão para os próximos anos.

Como você se preparou técnica e profissionalmente nos últimos 2 a 3 anos? Curso técnico, curso de qualificação, palestras, leituras, graduação, pós-graduação... como você “afiou o machado” para garantir o seu espaço na caminhada, ou ocupar um lugar melhor na disputa que sempre ocorre nestes períodos? Na semana passada correu em diversos veículos da mídia a publicação de uma pesquisa mostrando um grande volume de vagas de trabalho bem remuneradas no Brasil, que não são ocupadas pela falta de candidatos bem preparados. Quando o país retoma as contratações em maior volume, é desalentador ver um resultado destes! Quem ainda não o fez, procure fazer uma análise sobre o que responder a uma pergunta num processo de seleção sobre como demostrar que nos últimos anos está investindo na carreira e mantém-se atualizado e ampliando os horizontes.

Como a organização em que você trabalha e atua na direção se preparou ou vem se preparando para vender mais, produzir mais, atender melhor e inovar? Como esta organização vem se preparando para proporcionar mais experiências positivas para os clientes e ser preferida por eles no momento de fazerem suas escolhas? O planejamento e a revisão dos planos a partir dos novos indicadores estão em dia? Os programas de gestão pela qualidade estão ativos e andando rumos as certificações? Quantas novas parcerias e projetos foram encaminhados nos últimos 3 anos? Como e quanto foi investido de tempo e recursos na qualificação do pessoal para fazer mais e melhor? É preciso lembrar todos os dias que se não fizermos o bastante por nós ou pelos nossos negócios, não resolve muito ficar esperando pela melhora na economia, ou então por Deus!

O movimento do varejo deste Dia das Mães ainda está sendo contabilizado pelas entidades, mas o que já se tem de informações permite uma amostra de que os indicadores positivos da economia estão gerando confiança no consumidor e nos mercados externos. Se as disputas de egos na política não atrapalharem muito, teremos um caminho cada vez mais aberto e tranquilo para nossos negócios e organizações voltarem a crescer. Se os governos conseguissem deixar os ranços políticos um pouco de lado para se concentrarem mais no desenvolvimento, então, teríamos mais e bons motivos para nos animarmos com os próximos meses e anos.

Prepare-se! Auxilie seus colegas e colaboradores a se prepararem. Prepare sua equipe e melhore os processos da sua organização, com planejamento, profissionalismo, qualidade e inovação, pois vamos em frente e acelerando. Quem estiver melhor preparado, colherá os melhores frutos e em maior volume!

Um abraço e o desejo de uma ótima semana a todos!

Marcelo Blume é Administrador, Especialista em Marketing e Mestre em Engenharia de Produção. Professor da UNIJUÍ e convidado em diversas IES. Sócio e consultor da Referenda Consultoria. Palestrante, pesquisador e escritor, com artigos e livros publicados.

Email: marcelo.blume@referenda.com.br

Mais artigos de Marcelo Blume