Coluna de Oscar Pinto Jung

Seres Iluminados
14 de Outubro de 2015 às 09:00

No solo gaúcho vivem, entre outros, dois seres iluminados pela simplicidade e pelo amor ao próximo. Refiro-me de início ao Dr.JJ Camargo, nome maior da cirurgia pulmonar, palestrante e colunista de jornal. O santo-angelense Dr.Santos Alberto Rebelato Júnior, médico em Gravataí, é dos tantos admiradores do cirurgião, filho de fazendeiro de Vacaria, criado no campo e daí toda a sua simplicidade, segundo o Rebelato. Outro dia, o Dr.Camargo chegou dez minutos atrasado a uma entrevista e se justificou:

- Estava vindo para cá e o paciente começou a chorar. Não tinha como simplesmente virar as costas e ir embora.

A carioca Nurimar Zucco, que aprecia o chimarrão e hoje vive em Santo Ângelo, traz espontâneo depoimento sobre o Dr.Camargo:

- Ele foi médico do Beto (Roberto Zucco), me atendia a qualquer hora e organizava as baixas na Santa Casa. Ele é maravilhoso.

Susana Wojcicki afirma que o médico é um ser humano especial, o que é ratificado pela Monica Cargnelutti (“Tive a oportunidade de conhecê-lo. Médico incrível, de um coração generosíssimo e uma alma fora do normal”). Sônia Maria Dytz Fabrício, aposentada do Banco do Brasil, nos conta:

- Já fui operada pelo Dr.Camargo. Ele mora no coração de todas as pessoas atendidas por ele.
Refiro-me também a Dona Zezé, moradora de Capão da Canoa, 69 anos, pessoa extremamente simples. Há 18 anos ela criou o Forno Comunitário Irmã Assunta, que serve alimentos e repassa roupas em três vilas. Uma vez por semana, de março a dezembro, dona Zezé e suas companheiras assam pães e distribuem para famílias pobres de recursos materiais. Segundo a jornalista Aline Custódio, Dona Zezé vive para alimentar a vida dos outros. Essa admirável mulher, que se doa e transforma o seu amor em pão para saciar a fome do próximo, sem pedir nada em troca, nem voto, também nos ensina a viver quando aconselha:

- Fazer o bem sem olhar a quem. Se você recebe o mal, pague com o bem. Se você receber uma pedra, guarde-a. Um dia esta pedra lhe servirá para trancar uma porta. Jamais a devolva. Não tenha pressa, tenha paciência. Se você não tem paciência, logo ali na frente você pode tropeçar e cair num buraco.

Qual a religião do Dr.Camargo e da Dona Zezé? O médico diz que não professa nenhum credo religioso e desconheço o pensamento da Dona Zezé.  Mas o amor ao próximo está acima de qualquer corrente religiosa, isso ambos entendem e praticam muito bem. . E o amor ao próximo é justamente a grande lição do Mestre dos Mestres. Dr.Camargo e Dona Zezé, dois seres iluminados, sem dúvida alguma.

A FRASE DO CHICO XAVIER, curtida por Hamilton da Silveira: “Tudo o que pudermos fazer no bem, não devemos adiar. É indispensável que o bem se propague. Uma atitude positiva desencadeia outras. O amor contagia!”
 

Advogado, integrante da Academia Santo-angelense de Letras. Escreve nas edições de terça-feira. 

Email: pintojung@terra.com.br

Mais artigos de Oscar Pinto Jung