Coluna de Pedro Belmonte

Mãe
13 de Maio de 2017 às 07:50

Amanhã é Dia das Mães. Mais um sem Dona Maria da Conceição. Ela virou a última pagina da sua linda história terrena, no meio de uma noite de março, há 10 anos. Foram cálidos, perfumados, bonitos e delicados os dias das mães que passamos juntos.

Simbologia & postos de trabalho
Quando ouvi o anúncio  da venda,   pensei nas consequências à ilharga do negócio. Mas, nunca que a transação atingisse a fábrica da Capital das Missões, afinal  a Refrigerantes Vontobel foi o princípio de tudo. Dai a simbologia, se bem  possa interessar apenas aos moradores da cidade, que antes da fábrica do refrigerante multinacional, viram nascer a santo-angelense Laranjinha.  Claro, pensei romanticamente as consequências, somente iria  passar das mãos de brasileiros as de mexicanos. Mas, a fábrica, berço de bem sucedido negócio, deixou de existir, com as suas consequências econômicas, sociais e simbólicas. ‘Business is business’ – ensinam os norte-americanos.  De fabricante, a empresa em Santo Ângelo, passa à distribuidora. Novo dono divulgou esclarecimentos, prometendo amparar legal e socialmente aos demitidos,  reconhecendo o impacto socioeconômico da decisão. 

Aviação
Reinício do tráfego comercial aéreo, Santo Ângelo-Capital e a passagem dos 90 anos da extinta VARIG, me levam ao meu primeiro voo. Era um dos organizadores local do concurso Miss Santo Ângelo.  Os promotores, Diários Associados, enviaram passagens. Miss, Coca Weinert,  sua mãe e eu, viajamos num Douglas da VARIG. Barulhento, mas seguro, pouco depois de uma hora, com alguma turbulência, nos deixava no  Salgado Filho. Em   julho começa novo tempo, agora no moderno turboélice ATR 72-600, da Azul.

Eduardo 
Representando a AL, no II Seminário Internacional de Educação, em Três de Maio, deputado Eduardo Loureiro,  reafirmou seu compromisso de lutar em beneficio da educação transformadora e de qualidade. “É o único caminho para emancipar o homem, como nos ensinou Leonel Brizola” – alertou. Doutra parte, requereu e foi aprovada na Comissão de Assuntos Municipais,  audiência púbica para tratar da “falta de planejamento, controle, desperdício de dinheiro publico, gastos desenfreados e corrupção reinante”. Parlamentar pretende aprofundar  discussão de temas levantados pelo recém-criado Índice de Governança Municipal, do Conselho Federal de Administração.

Saragoso
Há tempo não nos vemos.  Continuo acompanhando seu trabalho político e sua paixão pelo RS e pelas Missões. Silvano Saragoso ganhou o troféu de melhor letra do importante ‘Festival das Contrarias’, na Bossoroca. Há muito participa dessas manifestações ganhando prêmios, fundamentalmente divulgando a gente e as coisas desta região histórica.

Duque
Ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque,   principal operador do PT, falou. Acusou Lula da Silva de ser o grande chefe, saber tudo e mesmo fora da presidência, continuou no comando.  Advogados petistas alegaram falta de provas. Ex-presidente reagiu, rebatendo as denúncias  e atacando a imprensa. No congresso do PT prometeu regulamentar meios de comunicação, caso eleito presidente. Disse textualmente: “Se eles não me prenderem logo, quem sabe um dia eu mando prendê-los pelas mentiras que eles contam”. Parece desconhecer que nas democracias, não se prendem jornalistas. Ou...

Interrogatório
Segunda-feira (8), defesa de Lula da Silva tentou adiar, liminarmente, interrogatório conduzido pelo juiz  Sergio Moro. Pedido foi indeferido na terça-feira (9), por um juiz do TRF-4, em Porto Alegre. Outros pedidos na undécima hora também foram rejeitados. Ex-presidente bravateava ter  pressa em dar sua versão. Por que as tentativas de protelar interrogatório de quarta-feira (10)?

Ser missioneiro
Reprise da definição de uma missioneira: “Yole Mousquer Steinhaus é como fui batizada. Nasci no mês de julho de 1940, em Santo Ângelo, conhecida modernamente como Capital das Missões. Apesar de minhas raízes europeias, francesa de um lado e alemã de outro, me considero uma autêntica mulher missioneira, talvez, pelo chão vermelho que venho pisando desde que nasci no aconchego dos “sete povos”: São Nicolau do Piratini, São Francisco de Borja, São Luiz Gonzaga, São Lourenço Mártir, São Miguel Arcanjo, São João Baptista e Santo Ângelo Custódio. Sempre fui apologista da miscigenação das raças. É a mistura que faz a beleza da pele. Pena que não possua eu uma pitada de sangue nativo nas veias, para que pudesse gritar mais alto: - Sou missioneira da gema! Segundo registros históricos, sabemos que a “República Cristã dos Guaranis”, nasceu cento e cinquenta anos antes da formação social e política do Rio Grande do Sul, talvez por isso esse nosso “amor terrunho”, esse jeito diferente de gostar de ser gaúchos. Como santo-angelense, sinto que faço parte dessa história, dessas escaramuças todas e até chego ouvir o brado de Sepé: - Esta terra tem dono! Tenho consciência de que a mulher missioneira, ao lado do seu homem, muito tem ajudado na reconstrução social, econômica e política da “pátria gaúcha”. Como educadora, acho que fiz a minha parte e muito me orgulho em integrar esse “batalhão”. A religiosidade é algo que nos ficou dos jesuítas. A igreja matriz de Santo Ângelo expressa em sua beleza a réplica da Catedral de São Miguel Arcanjo, construída em 1740 para festejar os duzentos anos da fundação da Companhia de Jesus. Nela fui batizada, crismada; nela me casei e batizei meus filhos, assisti as missas dominicais e a “missa do galo”.  Importante para que tenhamos amor à terra são as lutas, os sofrimentos, as vitórias familiares. Quero saudar aqui o trabalho e o suor dos meus avós, dos meus pais, dos meus tios, irmãos meu saudoso esposo Deodato Dorneles Martins e filhos que sempre buscaram o melhor, proporcionando as vitórias da família. Sim, eu sou uma mulher missioneira, com muita honra!”.

 Jornalista, com passagem por diversos jornais e rádios do Rio Grande do Sul, atualmente coordena o projeto Santo-Angelenses. Escreve nas edições de sábado. 

Email: pedro.a.s.belmonte@hotmail.com

Mais artigos de Pedro Belmonte