Coluna de Pedro Belmonte

1971
30 de Setembro de 2017 às 08:40

Não sei para o leitor da coluna, mas classifico o ano de 1971, excelente para o desenvolvimento  santo-angelense, decorrente de vários fatores. Período que vai da metade dos anos 1960, até 1971,  na Capital das Missões, mesmo analisado superficialmente, foi de alto crescimento econômico-social. A  Fundimisa foi inaugurada naquele ano. Seu presidente, ex-prefeito Siegfried Ritter, foi recebido em Brasília pelo presidente Emilio Médici. Refrigerantes Vontobel, inaugurava nova fabrica. A Mecânica Ritter com seu novo parque fabril no Distrito Industrial preparava-se para o Centenário do município, ocorrido dois anos depois. Nas  suas novas instalações na zona norte, a empresa Rogowski  estava em expansão. O progresso seguia na esteira do ‘boom’ da soja.

1971 II
Quadro formidável está mudado, quarenta e seis anos depois. A unidade local da Vonpar – como o grupo – foi vendida há um ano  a multinacional  mexicana parando de fabricar seus produtos no município. As grandes indústrias sumiram ou minguaram. Santo Ângelo de 2017 vive de seu forte comércio, dos órgãos públicos federais e estaduais, da prestação de serviços, do Frigorífico e da sua  agricultura, apesar do enfraquecimento da antes poderosa Cotrisa. O  modelo econômico daqueles anos não se adequa aos tempos atuais? São  necessárias novas expertises? O turismo, considerado a ‘indústria sem chaminés’, há tempo, pede passagem. Mas, qualquer alternativa somente poderá ser praticada mediante uma reação coordenada das  chamadas forças vivas.

Galo Missioneiro
Não poucas vezes me vejo revirando arquivos de textos, fotos e algumas publicações. Em 2008 publiquei ‘Santo-angelenses’, baseado em perfis biográficos, resgatando nomes que,  na história contemporânea da cidade deram, ou continuavam dando, sua contribuição ao seu progresso sociocultural-econômico-esportivo. Não pela falta de personagens, senão pelos custos gráficos, dei um tempo na serie. Folheando um exemplar de arquivo, me detive num dos vários personagens: Orestes de Andrade, radialista e narrador esportivo. Há duas décadas na radio Guaíba, Orestes começou na radio Santo Ângelo. Depois passou pela Progresso de Ijuí, Imembui de Santa Maria, Caxias, Aguas Claras de Catuipe e ABC de Campo Bom. O conheci quando eu supervisionava a programação e o jornalismo da Sepé, no final dos anos 1970 início dos 1980. Ele narrava futebol, apresentava o ‘Panorama Noticias’, noticiários de hora e os programas de esportes.

Galo Missioneiro II
Ótimo caráter, afável, modesto, homem de família, profissional  competentíssimo, versátil, por isso escolhi a ele, Mirtes Ritter e Leverdogil de Freitas para encarnar personagens histriônicos do ‘Romance Policial’. Eu era redator do programete, inserido no ‘Aldeia Global’, satirizando as notícias da policia, registradas ou não nos BOs, todas as sextas-feiras.  No depoimento a ‘Santo-angelenses’ falou de suas melhores recordações da terra natal: “Recordo os bate-papos na frente do Cinema Cisne, aos domingos. Também tenho saudade do Café Central e dos cinemas Municipal e Avenida”. Perguntei-lhe: gremista ou  colorado? Respondeu-me, “os dois”. E acrescentou: “Na verdade meu time do coração é o extinto Elite”. Orestes – o ‘Galo Missioneiro –  é casado com Helena Maria e pai de Orestes Junior, Rodrigo e Felipe.

TCU
Ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, completou  dia 20 doze anos como seu  integrante. Santo-angelense, nesse período, foi vice e presidente do Tribunal,  com efetiva participação,  como na criação da Lei da Governança. Foi relator das Contas da ex-presidente Dilma Rousseff, ao final rejeitadas. Referindo-se ao período, ministro disse à coluna que somente  foi possível realizar o trabalho com o ‘apoio de uma equipe maravilhosa, responsável pelas façanhas alcançadas nesses 12 anos’.
 
Confraternização
Associação dos santo-angelenses em Porto Alegre, presidida por Marisa Meneghetti, preparando-se   para seu  8º.  Encontro de Confraternização.  Evento  será dia  27  de outubro, às 20h30min, no salão panorâmico do Clube Geraldo Santana, Rua Luiz de Camões, 337, bairro Santo Antônio, na Capital.   Convite individual custa R$ 70,00, podendo ser adquirido com integrantes da diretoria. Jantar será animado pelo DJ Paulo Klitzke.

Segunda denúncia
Encaminhada   a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. Primeiro destino é a CCJ da Câmara. Depois a peça acusatória segue a plenário. Então a Casa pode ou não autorizar o STF a analisar a denúncia. Presidente diz ter convicção de que os deputados usarão critérios técnicos,  legais e que a análise será crítica, sem paixões provando os abusos de quem conspira contra ele e o Brasil. Ao mesmo  tempo, Temer Intensificou  trabalho para evitar a diáspora na base aliada, a partir do ataque do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, magoado com o que considerou uma ‘facada nas costas’.  Temer liberou R$ 1,2 bilhão, a  ser usado para pagar emendas dos parlamentares.

Candidatura
Candidatura  de Lula da Silva pode esbarrar nos desdobramentos da Lava-jato.  Já condenado  a 9 anos e meio, é réu em 6 ações e denunciado em outros 2 casos. Também é alvo de 6 procedimentos de investigação criminal em Curitiba, São Paulo e Brasília.

Palocci
Numa constrangedora carta solicitando desfiliação do PT, Antônio Palocci foi cáustico questionando a defesa do ex-presidente nos depoimentos a Sergio Moro. “Até quando vamos  fingir acreditar na autoproclamação do homem ‘mais honesto do país’, enquanto os presentes, os sítios, os apartamentos e até o prédio do Instituto são atribuídos a Dona Marisa?”.

#Hashtag
#Escritor e pesquisador, Antônio Carlos Rousselet, lançou novo livro, ‘Santo Ângelo que conheci – C’est La Vie’. Nele, apresenta histórias, ‘causos’, personalidades e curiosidades. #STF afastou senador Aécio Neves do mandato. Terá que se recolher em casa a noite e não pode deixar o país. # Defesa de Lula da Silva enrascada. Contrato e recibos de aluguel entregues pelos advogados, não tem  carimbos nem autenticações de cartórios, além de trazer datas inexistentes no calendário. Falsificação tenta esconder  que o imóvel é  dele.
 

 Jornalista, com passagem por diversos jornais e rádios do Rio Grande do Sul, atualmente coordena o projeto Santo-Angelenses. Escreve nas edições de sábado. 

Email: pedro.a.s.belmonte@hotmail.com

Mais artigos de Pedro Belmonte