Notícias: Cultura

6º Canto Missioneiro será realizado em três dias

Anúncio foi feito pelo secretário de Cultura Mário Simon

07 de Fevereiro de 2013 às 10:00
6º Canto Missioneiro será realizado em três dias
Canto Missioneiro iniciará na quinta e encerrará no sábado. Foto: Fernando Gomes/Arquivo/JM

Assumiu na segunda-feira (4) a Secretaria Municipal da Cultura, Lazer e Juventude, o professor e historiador Mário Simon.

Considerando-se um ativista cultural, ele concedeu entrevista na terça-feira no programa Rádio Visão, da Rádio Santo Ângelo.

Simon mencionou que sua gestão cultural em Santo Ângelo será fazer com que as pessoas gostem de si mesmo e da própria cultura, melhorando com isso a autoestima da população.

Mário Simon frisou que se caracteriza como cultura toda criação humana, existindo na cidade uma série de manifestações nesta área.

Destaca o novo secretário que entre as manifestações que mais cresceram, está o teatro e a dança, porém entende que houve uma diminuição da produção musical.

O secretário municipal da Cultura aproveitou a entrevista para fazer em primeira mão, uma série de anúncios relacionados à 6ª edição do Canto Missioneiro da Música Nativa.

A primeira decisão tomada está relacionada ao período de duração do festival, que serão agora de três dias, e não mais quatro dias, como foram as outras cinco edições.

Mário Simon justificou dizendo que reduzindo os dias, ocorre um favorecimento aos músicos e também ao próprio público.

Anunciou que o Canto Missioneiro não será mais concluído na noite de domingo, mas sim no sábado.

Argumenta o secretário que como segunda-feira é um dia normal de trabalho, nada mais justo do que antecipar para sábado a final do festival em respeito ao público, aos músicos e aos profissionais que fazem a cobertura do evento, que muitas vezes é concluído na madrugada.

Anunciou também que o Canto Piá, que neste ano entra na 5ª edição, não acontecerá mais no dia de abertura do festival, mas sim no sábado à tarde, com apresentação das 12 músicas classificadas.

A fase local e a fase geral do festival serão realizadas em duas noites, ou seja, quinta e sexta-feira.

Na primeira eliminatória haverá a apresentação de cinco canções da fase local e outras oito da geral.

Na segunda noite de eliminatória, serão mais cinco músicas inscritas da fase local e outras oito composições da fase geral.

Simon diz que após acordo com a Cúria Angelopolitana e a direção da Paróquia Anjo da Guarda, o festival não utilizará mais as escadarias da Catedral.

Justifica o secretário de que houve uma série de reclamações da direção da paróquia e das próprias pessoas que utilizam a igreja, que argumentam terem o acesso obstruído pelo palco e instrumentos musicais.

Para evitar polêmicas, a decisão é levar o palco do Canto Missioneiro mais para frente da Catedral, deixando suas escadarias livres à população.

Mário Simon confirmou que o festival está garantido para acontecer nos dias 11, 12 e 13 de abril.

Mário Simon também comunicou que a coordenação do festival neste ano estará a cargo do músico santo-angelense Júlio Mattos, assessorado por Armando Maicá.

Ele prometeu para os próximos dias anunciar a comissão organizadora da 6ª edição do Canto Missioneiro, a comissão julgadora e a abertura do período de inscrições ao festival e o seu regulamento.

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Cultura