Notícias: Esportes

Asaf inicia busca pelo título da Série Prata hoje

Com a vaga garantida à Série Ouro de 2013, equipe joga primeira partida, às 20h, contra a Acafutsal

27 de Outubro de 2012 às 14:00
Asaf inicia busca pelo título da Série Prata hoje
Equipe santo-angelense é formada exclusivamente com jogadores da casa

Com uma equipe formada com jogadores de Santo Ângelo e região, e com a maioria desses atletas trabalhando ou estudando durante o dia, o que possibilitou, durante todo o ano, apenas um turno de treinamento por dia, a Asaf chegou, jogo a jogo, à final do Estadual Série Prata.


Agora, neste sábado, às 20h, no Marcelo Mioso, já classificada para o Estadual Série Ouro do próximo ano, a equipe missioneira inicia a disputa pelo título da competição, contra a Acafutsal, de Cachoeira do Sul.

A comissão técnica e diretoria são unânimes em afirmar que a força do conjunto, da coletividade da Asaf, levou a equipe à decisão do título estadual. “A avaliação tem que ser mais que positiva. Porque o grupo foi formado com jogadores da casa, com o objetivo da direção de participar da competição, só que foram passando as rodadas e a gente foi vendo que, com esse grupo assimilando a nossa metodologia, a gente poderia chegar mais longe. Dando um passo de cada vez, com todas as nossas dificuldades. Temos muitas carências no grupo e a gente aprendeu a tirar o máximo de cada jogador para tentar, no mínimo, reduzir um pouquinho da falta desses elementos humanos que a gente tem”, observa o técnico da Asaf, Raul Sawitzki.

Do outro lado a Acafutsal, um forte adversário, que treina em dois turnos e é uma das equipes que mais investiu na competição. “Nós não vamos mudar a nossa metodologia de trabalho nessas duas últimas semanas, independente de nós estarmos na final. Nós não mudamos no mata-mata em relação a primeira e segunda fase. Temos conhecimento da equipe da Aca, mas, assim como eles tem uma força muito grande, é a única equipe que treina em dois turnos, também é a equipe que mais investiu financeiramente. Assim como eles têm força lá, a Asaf é muito forte aqui”.

De acordo com técnico da equipe santo-angelense, essa metodologia adotada pela Asaf, vem dando os resultados positivos. “Durante toda a competição não podemos dizer que alguma equipe foi muito superior a Asaf. Isso foi um dos fatores que nos levou a acreditar que a gente podia ir mais longe. A maioria dos jogos que a gente perdeu foi por nossas deficiências, não que alguma equipe foi muito superior a nossa. É a força do conjunto que está nos levando aos resultados”, complementa.

Fabinho é o desfalque da Asaf neste sábado

 Na primeira partida da final do estadual Série Prata, a Asaf terá um importante desfalque, o pivô Fabinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo na semifinal, que foi disputada contra o União, de Nova Prata. “Temos um desfalque de um jogador importante dentro daquela espinha dorsal de atletas com experiência, mas, é final, quem entrar na quadra vai ter que tentar se superar um pouquinho mais. Nós conseguimos chegar e vamos brigar, vamos dar todo mundo o máximo, jogadores e comissão técnica para tentar buscar o resultado”, destaca o técnico do time santo-angelense, Raul Sawitzki.

No lugar de Fabinho, deve entra Gugu, dessa forma, a Asaf deve iniciar o jogo com: Márcio, Rudiero, Kiko, Tiaguinho e Gugu.

MARCELINHO

Destaque nas duas partidas semifinais contra o União, Marcelinho foi acometido por uma forte gripe e não pôde treinar na quinta e sexta-feira antes da partida decisiva. “Estamos monitorando a gripe do Marcelinho, ele está repousando para ter condições de jogo. Não adianta forçar e treinar com febre. Acredito que ele vai estar em condições para hoje à noite”, relata o presidente da Asaf, João Bueno.

Por Fernando Goettems - fernando@jornaldasmissoes.com.br

Mais Notícias: Esportes