Notícias: Esportes

Equipe Asaff/Casusa treina focada em título estadual

Grupo realiza treinamentos desde o dia 20 com exercícios em quadra de areia

26 de Janeiro de 2016 às 09:20
Equipe Asaff/Casusa treina focada em título estadual
Jogadoras do Santo Ângelo Futsal estão treinando todos os dias no Galerno (Foto: Outra Estação)

 A equipe de futsal feminino Asaff/Casusa começa a temporada 2016 com uma certeza: não quer ser coadjuvante. Depois do terceiro lugar conquistado no ano passado na Série Ouro de futsal feminino, o time das Missões só faz se reforçar para o campeonato deste ano, que deve começar em maio.
O grupo de jogadoras treina desde o dia 20. Até o fim do mês, as atletas fazem exercícios em quadra de areia para fortalecimento do condicionamento físico. Afinal, vai ser uma parada dura entrar no campeonato estadual encarando de frente duas potências que se adonaram da taça nos últimos anos: Celemaster, de Uruguaiana, e MGA Games, de Caxias do Sul.
Boa parte do elenco é novidade na equipe santo-angelense. Mas o treinador que levou o grupo à terceira posição da Série Ouro vai continuar. Adilar Ferreira confirmou que se acertou com a direção e vai encarar a tarefa também em 2016: “Eu conversei com a direção e vamos dar continuidade ao trabalho de 2015. Estamos com um elenco tecnicamente mais elevado, temos as gurias da Seleção Brasileira e outras jogadoras devem chegar em breve. Neste ano, pelo nível do time, teremos um desempenho melhor do que o do ano passado”.

PREPARAÇÃO
As meninas têm treinado diariamente na quadra de futebol de areia do Grêmio Aquático Galerno. Além do reforço físico, os exercícios na areia também serviram como treinamento para as meninas que vão representar o clube em um torneio de verão que começou no domingo (25), em Santa Rosa. Mas como equipe de futebol de areia.
As jogadoras contratadas recentemente, incluindo as da Seleção Brasileira Feminina de Futsal dos Surdos, Vaneza, Laelen e Carol, não participam do evento em Santa Rosa. A intenção é usar a equipe chamada de base, não pela idade, mas por ser uma espécie de “time B”, para não correr o risco de perder as jogadoras no momento mais importante: a disputa do Estadual. “As atletas de ponta vão ficar de fora para evitar algum tipo de lesão. Não vale a pena usar profissionais em torneios amadores. Numa dessas, uma delas pode acabar se lesionando e vamos ficar com a jogadora parada por três, quatro meses”, explica Adilar.
A direção pretende fechar o grupo principal com 15 atletas. Onze já estão com contrato assinado. As outras devem acertar antes do fim do mês. Mas o presidente Osmar Campos prefere não divulgar os nomes, por enquanto. “Não vou adiantar nada agora, nós não estamos com os documentos assinados, ainda. Apenas conversamos com as jogadoras. Pretendemos anunciar os nomes lá por quinta-feira”, argumenta o presidente.

MELHOR DO MUNDO PODE DEFENDER SANTO ÂNGELO
A grande expectativa para os próximos dias é sobre a possibilidade de a equipes Asaff/Casusa conseguir contratar a jogadora Stefany Krebs, que jogou o último mundial de futsal feminino para surdos com Vaneza, Carol e Laelen. O Brasil ficou com o vice-campeonato, depois de perder a final para a Rússia por 3 a 2.
Stefany é de Erechim e foi considerada a melhor jogadora de futsal do Mundial, disputado na Tailândia em novembro de 2015. Ela ganhou bastante visibilidade depois do campeonato e o time de Santo Ângelo sabe que não será fácil trazer a jogadora, mas segue tentando. O presidente abriu o jogo e confirmou o desejo. “Com certeza nos interessa uma atleta do nível dela. Nós já fizemos o convite para a Stefany, ela está em período de férias e até o fim de semana deve nos dar um retorno. Não é apenas a Asaff/Casusa, qualquer equipe do Brasil gostaria de contar com ela.”
A partir do fim do mês o grupo começa os treinos em piso firme, na quadra do ginásio da Casusa, parceira do clube nesta temporada.

Fotos vinculadas

Fonte: Outra Estação

Mais Notícias: Esportes