Notícias: Esportes

‘Skate tem potencial imenso’, avalia Robson dos Reis, skatista e empresário

No sábado (27) haverá extensa programação na Pista do Brique

23 de Janeiro de 2018 às 15:49
‘Skate tem potencial imenso’, avalia Robson dos Reis, skatista e empresário
Hoje, os jovens praticam o esporte na Praça do Brique, onde também mantém o espaço limpo e organizado (Foto: Robson Fernando dos Reis)

A partir de Tóquio 2020, o skate fará parte do programa olímpico. As competições serão de street (pista que simula obstáculos de rua como escadarias, rampas, corrimõe ) e de park (pista que reúne bowl (transições acima de três metros), banks e alguns elementos de street, sendo que os obstáculos conversam entre si).
A ideia sempre dividiu opiniões na elite, porque muitos têm receio em relação às possibilidades dos sistemas de pontuação, julgamento, além do formato do torneio. Outro temor é que o skate perca sua essência de ser um esporte “de rua” e que “não tem leis”.

Em Santo Ângelo, a prática do esporte não é novidade, vem lá dos anos 70 e 80, quando surgiu aos poucos. Atualmente, centenas de crianças, jovens e adultos praticam atividades que envolvem o skate.
Apesar de ser um esporte olímpico, o skatista e empresário Robson dos Reis  afirma que a sociedade ainda não vê como um esporte. “Acredito que ainda tem bastante preconceito”, afirma.
Parta ele, ainda é preciso mudar a percepção. “Precisa ser mais aceito. Entender que o skate não é só esporte e sim estilo de vida, então não é porque ele (uma pessoa) está com uma roupa um pouco diferente e com o skate, que é marginal. É o estilo”, pondera.

Como praticante do esporte e empresário da área, Robson explica que constantemente incentiva os jovens a investir no skate. “Penso que tem muito potencial, mas depende do investimento dos skatistas e do poder público”. Segundo o atleta, está é uma forma de se dar oportunidades aos jovens atletas, uma vez que muitos investem na carreira, seja como profissional ou até na produção de vídeos, direcionado a área, e ainda na moda.
Um dos principais locais é a Praça do Brique, onde há uma pista. “Acredito que muitas famílias tenham receio de levar os filhos na Praça, mas no momento que ‘tá’ toda a galera do skate na Praça, é só alegria, porque não permitimos outras coisas. Temos, na nossa ideia, que alí é um local de esporte”, argumenta.

NAS OLIMPIADAS
O skate já deu o ar da graça em outra edição das Olimpíadas - mas foi apenas uma palhinha, no encerramento de Atlanta, nos Estados Unidos, em 1996. As quatro rodinhas se juntaram a bicicletas e patins inline e fizeram uma performance na ocasião. Quatro rampas em forma de X, como alusão aos X Games, que estavam em seu segundo ano, além de uma pista de half pipe vertical, foram montadas rapidamente. Na realidade, tudo ficou a cargo de organizadores dos X Games, como forma de divulgação das modalidades.

CRAZY PROJECTIONS

No próximo sábado (27),  Praça Leonidas Ribas recebe um evento super bacana, que promete movimentar  a comunidade. O Crazy Projections Vídeo Premiere+ Sick Trick Faith Co+ Jam Session Board Sporths.
Apresentação do vídeo premiere de Daniel Crazy, com algumas imagem gravadas por Robson dos Reis. “Agradecemos a Secretaria de Cultura, que nos permitiu fazer esse evento, alí, no sábado”, agradeceu Robson. Além de jam session da Board Sport- nas categorias iniciante, amador e old school- , exposição de fotos e música por conta do Dj Segatto. O evento começa às 15h, e o vídeo será às 20h. “Toda comundiade está convidada. Só levar a cadeira, chimarrão, skate e ir lá olhar”, convida.
 

Fotos vinculadas

Robson com a pequena Érica, de 4 anos, dando as primeiras manobras em cima do skate  (Foto: Divulgação) Skatista profissional Daniel Crazy irá mostrar suas habilidades na Pista do Brique (Foto: Divulgação)

Mais Notícias: Esportes