Notícias: Geral

Reta final: trabalhadores fixam vigas da ponte sobre rio Ijuí

Em nota, assessoria de imprensa do Daer informa que conserto termina até o final do mês

08 de Dezembro de 2011 às 07:00
Reta final: trabalhadores fixam vigas da ponte sobre rio Ijuí
Com um guindaste, operários fixam as vigas da ponte, no lado direito, sentido Santo Ângelo/Entre-ijuis

O conserto da ponte sobre o rio Ijuí, na ERS-344, entre Santo Ângelo e Entre-ijuís está na reta final.

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), através de sua assessoria de imprensa, emitiu uma nota na tarde desta quarta-feira (7), informando que a obra encontra-se na fase final. “A expectativa é de que até o final do mês esteja concluída. Neste momento, estão sendo fixadas as vigas da ponte”, diz a nota.

Ontem, os operários da Empresa Sogel, vencedora da licitação, trabalhavam na fixação das vigas, no lado direito da ponte, sentido Santo Ângelo/Entre-ijuís, com a ajuda de um guidaste. Ao mesmo tempo, uma equipe do Daer fazia a pintura das grades de contenção da ponte e a limpeza da travessia.

Recentemente, o superintendente de Obras de Arte e responsável pela obra, engenheiro Raul Py de Hires, falou que a obra é de recuperação de um dos vãos e a estabilização da travessia sobre o rio. “Por ter acontecido alguns imprevistos, houve necessidade de revisão do projeto. Reiteramos ainda, que as chuvas constantes no início das obras, em junho, prejudicaram a execução de algumas tarefas. Salientamos que os serviços na ponte estão sendo executados sem a interrupção do tráfego no trecho”, frisou.

A obra é considerada de cunho emergencial, sem adicional de custo no contrato. A ponte está em meia-pista desde a tarde do dia 8 de junho, após vistoria realizada por técnicos do Daer, que constataram o desgaste acelerado de uma das vigas existentes no vão Gerber, que fica na parte central da travessia e serve como apoio de sustentação especial da sua estrutura.

O problema afetou a faixa do lado direito da ponte (sentido Entre-Ijuís-Santo Ângelo), devido ao tráfego pesado de veículos no local.

A ponte, construída há 57 anos, foi projetada para sustentar o peso de até 36 toneladas, sendo que atualmente trafegam pelo local carretas com até 60 toneladas.

O valor total do investimento é de R$ 800 mil. Conforme o Daer, a ponte terá a mesma estrutura da anterior, porém, suportará o peso atual dos veículos que passam pelo local.

Por Odair Kotowski

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Geral