Notícias: Geral

Audiência nesta quarta vai definir as prioridades regionais para a Participação Popular e Cidadã

Votação acontecerá nos dias 6 e 7 de agosto, onde população escolhe quatro prioridades

14 de Maio de 2013 às 09:21
Audiência nesta quarta vai definir as prioridades regionais para a Participação Popular e Cidadã
População regional vai às urnas em agosto para escolher em que áreas investir R$ 4,4 milhões. Fotos: Arquivo/JM

O Corede Missões vai promover audiência pública regional do ciclo orçamentário 2013/2014 nesta quarta-feira (15). O evento será no auditório do prédio 13 da URI Campus Santo Ângelo e inicia às 19 horas. A atividade contará com a presença da coordenação estadual. Na oportunidade, serão apresentadas 15 demandas regionais em diferentes áreas para a escolha de dez prioridades.

O presidente do Corede Missões, Maurílio Tiecker, revela que nessa edição o Governo do Estado vai destinar R$ 4.464.000,00 para a Participação Popular e Cidadã das Missões. “Esse montante é basicamente o mesmo volume de recursos disponibilizados no ano passado. Além desse valor alocado, serão encaminhados recursos para mais cinco projetos de desenvolvimentos na área estruturante”, explica.

FUNCIONAMENTO

A votação para a Participação Popular e Cidadã será nos dias 6 e 7 de agosto, sendo que no primeiro dia poderá ser feito via internet e no segundo somente nas urnas que estarão distribuídas de acordo com a indicação dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento regionais. Em Santo Ângelo haverá urnas em instituições de ensino, colégios do município, Acisa, CDL e outras entidades locais. Haverá ainda mais três urnas itinerantes. A votação será das 9 às 18 horas, mas podendo ser prorrogada até às 23 horas.

O presidente do Corede, Maurílio Tiecker, revela que o cidadão poderá escolher entre dez sugestões as quatro prioridades mais importantes da região. Ticker ressalta a importância de a população participar desta ação que definirá as áreas de desenvolvimento para o repasse de verbas.

RECURSOS A RECEBER

O Governo do Estado ainda deve R$ 19 milhões para a Participação Popular e Cidadã. A informação é do presidente do Corede Missões, Maurílio Tiecker. “Parte desse montante não foi repassado pela falta de recursos. Outra pelo não encaminhamento de projetos pelos municípios. No ano passado, por exemplo, apenas Sete de Setembro, São Luiz Gonzaga e Guarani das Missões encaminharam projetos na área da saúde. Por isso é fundamental que municípios que não encaminharam os projetos que o façam para viabilização desses recursos empenhados pelo Estado”, diz.

ÁREAS DE INTERESSE

De acordo com o presidente do Corede Missões, Maurílio Tiecker, durante a atividade serão apresentadas propostas regionais nas áreas da saúde, agricultura, inclusão digital, cultura, desenvolvimento econômico, desenvolvimento rural, segurança pública e defesa civil, irrigação, cidadania, justiça e direitos humanos, lazer e turismo, desenvolvimento social e erradicação da pobreza, habitação e desenvolvimento urbano e saneamento, educação superior, infraestrutura, combate à violência no trânsito, educação básica, profissional e técnica.

Fotos vinculadas

Maurílio Tiecker, presidente do Corede Missões

Por Cristiano Devicari (cristiano@jornaldasmissoes.com.br)

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Geral