Notícias: Geral

Greve dos bancários tem adesão da Tesouraria Regional
24 de Setembro de 2013 às 19:51

A greve dos bancários que iniciou no dia 19 continua em Santo Ângelo. Nas agências do Banrisul a adesão à paralisação é de 80% a 90% dos funcionários não comissionados. “Cerro Largo teve aceitação à greve e mais funcionários de Giruá também. Em todas as agências da nossa regional os funcionários estão paralisando”, afirma a presidente do Sindicato dos Funcionários do Banrisul de Santo Ângelo, Carmem Dalmoso.

Mais de 80% dos funcionários de todas as agências bancárias estão em greve e os funcionários da Tesouraria Regional também aderiram à paralisação, conforme informações do diretor do Sindicato dos Bancários de Santo Ângelo, Rudimar da Luz. “Com a aceitação da Tesouraria Regional é provável que falte dinheiro no município”, salienta Rudimar.

Denúncia
O diretor denuncia que as agências da capital das Missões estão selecionando clientes para o atendimento, além de ressaltar que tarifas, taxas e cobranças continuam sendo realizadas. “O sindicato irá denunciar está atividade, que é contra a lei”, afirma.

Ele pede ainda a compreensão da comunidade santo-angelense, apesar dos transtornos. “Estamos lutando por melhor atendimento aos clientes e usuários dos bancos. Pois, entre nossas exigências, estão o fim das demissões, fim das metas abusivas e do assédio moral que adoece os bancários. Além de mais contratações e combate às terceirizações”, ressalta Rudimar.

Reivindicações
A categoria aguarda proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) para que as demandas sejam atendidas. A paralisação é nacional e dentre as reivindicações estão: correção da inflação de 6,9%; reajuste salarial de 11,93%; a contratação de mais funcionários; melhores condições de trabalho para os funcionários que estariam sofrendo pressões para venda de produtos e serviços do banco; prevenção contra assaltos e sequestros, com o fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários; igualdade de oportunidades para bancários e bancárias; contratação de pelo menos 20% de negros e negras. 

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Geral