Notícias: Geral

João Fioravanti toma posse como secretário adjunto do Planejamento
28 de Dezembro de 2013 às 07:00
João Fioravanti toma posse como  secretário adjunto do Planejamento
Fioravanti tomou posse ao lado do secretário João Motta, ontem à tarde

O advogado João Cristino Fioravanti tomou posse nesta sexta-feira (27) como secretário adjunto da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã. A posse ocorreu no auditório da Seplag, na presença de autoridades, amigos e familiares de Fioravanti.
O novo secretário adjunto, que substitui o santo-angelense Cajar Nardes, afirma que pretende ser uma das vozes das Missões no Governo do Estado. Em entrevista ao JM, ressaltou que pretende solucionar alguns gargalos da região, como a recuperação das rodovias ERS-344 (Entre-Ijuís a Porto Mauá) e ERS-168 (Bossoroca a Roque Gonzales) e a transformação dos trevos em rótulas. “Essas obras já foram colocadas como emergenciais. Semana que vem irei conversar com o diretor do Daer para pedir agilidade. Também temos que monitorar outras obras em andamento ou paralisadas, como a reforma do aeroporto e o asfaltamento até Buriti”, destacou ele.
Fioravanti, que desde 2011 coordenou a Participação Popular e Cidadã na região, diz que leva essa experiência para a Secretaria de Planejamento. “Fizemos 75 audiências municipais, mais os encontros regionais. Nesse período pude conhecer os principais problemas dos municípios”, afirma, ao lembrar que em 2014 a região irá manter os R$ 4,4 milhões destinados pelo governo estadual para as prioridades eleitas pelos missioneiros. Em seu lugar na coordenação ficará Hed Vilson Pires.
“O fato de não ter mais representante político das Missões no Governo do Estado me motivou a assumir essa missão. Por isso quero que meu gabinete seja uma embaixada das Missões. Independente de partido, quero continuar no governo porque concordo com o trabalho que está sendo feito, e quero ser um instrumento para que a região busque representatividade”, acrescenta.
João Cristino Fioravanti, 51 anos, é advogado especialista em Direito do Trabalho. Já atuou também como agricultor, e no governo de Alceu Collares foi coordenador do Centro Social Urbano. Nos últimos três anos, coordenou o Processo de Participação Popular e Cidadã na região das Missões.  

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Geral