Notícias: Geral

Farmácias distribuirão os 12 itens de medicamentos gratuitos da Farmácia Popular
16 de Janeiro de 2014 às 08:09
Farmácias distribuirão os  12 itens de medicamentos  gratuitos da Farmácia Popular
Secretária Preta reuniu-se com representantes de farmácias na Secretaria Municipal de Saúde

A secretária de Saúde, Eunice Preta Belinaso, reuniu-se com representantes de farmácias da cidade para discutir a nova forma de distribuição de medicamentos gratuitos do programa Farmácia Popular.

A atividade contou com a presença da diretora da Secretaria Municipal de Saúde, Claudete Cruz, do presidente do Conselho Municipal de Saúde, Jerônimo Riechel, do coordenador da Vigilância Sanitária, Ubiratan Alencastro, entre outros.

Na oportunidade, a secretária falou sobre a parceria com as farmácias para distribuição exclusiva dos 12 itens de medicamentos gratuitos à população hoje repassados também pela Secretaria Municipal de Saúde. A ideia é manter apenas os 114 itens subsidiados na Farmácia Popular do município.

De acordo com Eunice Belinaso, a medida viabilizará a economia mensal de R$ 10 a R$ 12 mil. “Queremos usar esses recursos para aquisição de outros medicamentos básicos. Acreditamos que dessa forma poderemos ampliar a aquisição de novos medicamentos”, explica.

MEDICAMENTOS


Durante a reunião ficou definido que a partir do dia 14 de fevereiro esses 12 medicamentos gratuitos serão repassados apenas pelas farmácias e não mais pela prefeitura. Nesse prazo de 30 dias serão repassadas orientações à população sobre essa mudança.

O modelo adotado é o mesmo realizado em Ijuí e São Borja. Ao invés do município adquirir os medicamentos gratuitos, ficará a cargo das farmácias particulares efetuarem o repasse.

Desde a implantação da Farmácia Popular em Santo Ângelo, várias farmácias da cidade já fecharam convênio com o Governo Federal para a distribuição de medicamentos. A União repassa recursos para esses estabelecimentos.

ORIENTAÇÕES

No encontro ficou definido o repasse de um comunicado aos médicos e postos de saúde, assim como a elaboração de um folder com a lista das farmácias que farão a distribuição desses medicamentos.

A única dúvida no momento é em relação às unidades de Estratégia Saúde da Família (ESF), que fazem o repasse desses remédios. Um estudo está sendo feito para resolver essa questão.
 

Por Cristiano Devicari (cristiano@jornaldasmissoes.com.br)

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Geral