Notícias: Geral

Iniciadas pesquisas arqueológicas na área onde serão construídos os 58 novos leitos do HSA

Arqueóloga Raquel Rech coordena os trabalhos das escavações

02 de Outubro de 2014 às 08:08
Iniciadas pesquisas arqueológicas na área onde serão construídos os 58 novos leitos do HSA
Expectativa é de que o laudo arqueológico seja entregue ainda no mês de outubro (Fotos: HSA/Divulgação)

As pesquisas arqueológicas na área onde serão construídos os 58 novos leitos do Hospital Santo Ângelo (HSA), localizada na esquina das ruas Bento Gonçalves e 15 de Novembro, tiveram início. A medida atende a uma solicitação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphae). O Hospital Santo Ângelo deverá apresentar um laudo arqueológico ao Iphae para que obtenha a liberação da área para a construção de um prédio com três andares. As pesquisas começaram na última segunda-feira (29).

Conforme a coordenadora do Núcleo de Arqueologia do Museu Municipal Dr. José Olavo Machado, a arqueóloga Raquel Machado Rech, as pesquisas atrasaram em função da necessidade de uma renovação da licença do projeto de monitoramento arqueológico na área do Centro Histórico Santo Ângelo Custódio por parte do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que gere o patrimônio arqueológico em todo o território nacional. A renovação da licença foi obtida recentemente.

SUBSOLO
A expectativa é de que o laudo arqueológico seja entregue ainda no mês de outubro para ser integrado à documentação exigida pelo Iphae, visando, assim, à liberação do projeto. O laudo arqueológico busca atender às legislações federal e municipal que zelam sobre o patrimônio arqueológico da área do Centro Histórico de Santo Ângelo. Ele vai revelar o que o subsolo abriga em relação aos antigos vestígios da redução jesuítica do século 18. Com isso, será possível integrá-los ao projeto da nova obra na forma de unidades expositivas ou num memorial com os vestígios localizados.

Raquel destaca que existe a expectativa de serem achadas evidências que remetam a casas de índios do período missioneiro, aumentando, dessa forma, o acervo do que vem sendo encontrado nas pesquisas. “A nossa ideia é expor esse material para a comunidade”, diz.

Fotos vinculadas

Para a arqueóloga Raquel Rech, poderão ser localizadas evidências de casas de índios do período missioneiro

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Geral