Notícias: Geral

Chuvas do fim de semana beneficiam cultura do milho

A área cultivada com milho na região de Santo Ângelo foi de 4.250 hectares

29 de Março de 2016 às 09:00
Chuvas do fim de semana beneficiam cultura do milho
Há incidência de lagartas no milho e os produtores devem ficar atentos

As chuvas registradas nos últimos dias foram boas para as culturas de milho e soja na região de Santo Ângelo. É o que indica o chefe do escritório local da Emater, Álvaro Uggeri Rodrigues, que destaca que “a chuva foi mais benéfica para o milho devido à fase em que se encontra. Para a soja, a chuva ajudou a uniformizar o amadurecimento dos grãos, porém, no momento, o ideal seriam vários dias de tempo seco para possibilitar o trabalho de colheita”.

MILHO
A área cultivada com milho na região de Santo Ângelo foi de 4.250 hectares. Deste número, 80% foi implantado principalmente nos meses de agosto e setembro e já foi colhido. “A colheita foi muito boa, atingiu um patamar de 120 sacas por hectare, o maior da cultura do milho na história dos cultivos no município. O restante cultivado, que contempla 20% da área, foi implantado em dezembro e janeiro e se encontra com bom potencial de produção. As condições climáticas têm sido favoráveis, com chuvas intercaladas com períodos de sol e temperaturas mais amenas”, conta Álvaro.

SOJA
A soja da região encontra-se em processo de maturação e também na fase inicial da colheita. Cerca de 8% já foi colhido, o que representa 3 mil hectares. “As primeiras áreas colhidas estão apresentado um bom rendimento, inclusive acima da média projetada pela Comea, que é de 50 sacas por hectare. Há relatos bem variados sobre a produtividade obtida, que até o momento, é de 50 a 72 sacas/hectare. A colheita está no início, mas a expectativa é de uma grande safra, o que deverá beneficiar os produtores, bem como toda região que tem no setor agropecuário a sua base econômica”, explica.
Para a soja, o próximo período será marcado pela colheita. “Os produtores estão prontos certamente ansiosos para que as condições climáticas permitam a realização deste trabalho. No milho, a recomendação é o monitoramento das lavouras para constatar ou não a presença de pragas”, finaliza Álvaro.

PRAGAS
De acordo com a Emater regional, há incidência de lagartas no milho e os produtores devem ficar atentos, com monitoramento constante de suas lavouras. Na soja já não há maiores problemas.

Mais Notícias: Geral