Notícias: Geral

Formatura militar no Centro Histórico marca o aniversário de 369 anos do Exército

Evento iniciará às 10h e contará com a participação de centenas de militares

19 de Abril de 2017 às 08:49
Formatura militar no Centro Histórico  marca o aniversário de 369 anos do Exército
Guarnição Militar Federal de Santo Ângelo conta com 769 servidores efetivos (Foto: Fernando Gomes/Arquivo)

Nesta quarta-feira (19) comemora-se o dia do Exército Brasileiro. A data é marcada pela primeira luta dos povos do Brasil contra a dominação holandesa, em 1648. Os indivíduos que treinam e lutam para defender os espaços e direitos de um país são os integrantes dessa corporação.
O aniversário de 369 anos será marcado com uma formatura que será realizada às 10h, no Centro Histórico, em frente à Catedral Angelopolitana.

MAIS DE 700 MILITARES

O Brasil possui três forças armadas, responsáveis pela defesa do país, e o Exército é uma delas. A Guarnição Federal Militar de Santo Ângelo, que compreende a 10ª Circunscrição do Serviço Militrar (CSM), o 1º Batalhão de Comunicações (B Com) e o Depósito de Subsistência de Santo Ângelo (DSSA) possui um efetivo de 769 militares.
Segundo o comandante da Guarnição e Chefe da 10ª CSM, Coronel Marcelo Baptista Vargas, eles tem a missão de defender a Pátria, especialmente proteger as fronteiras da região, como a que divide Brasil e Argentina. “O Exército está muito bem adaptado à comunidade santo-angelense que nos acolhe de maneira fraterna. Estamos instalados aqui, estrategicamente para o emprego da corporação na Defesa Externa e Interna, no controle da segurança da linha de fronteira. Tenho dito, assim como Sepé falou, esta terra tem dono e pertence aos brasileiros, por isso o nosso dever de zelar e proteger”, destaca.

GARANTIA DA LEI E DA ORDEM
Vargas salienta que a presença do Exército na região das Missões é para garantir os poderes constitucionais e a garantia da lei e da ordem, apoiando a comunidade nas calamidades, como enchentes ou distribuição de água potável bem como participar de operações internacionais que são as Missões de Paz. “Estamos sempre nos preparando para defender o país de qualquer tipo de hostilidade, garantindo a sua integridade territorial. Não há uma previsão do Brasil participar de uma guerra, mas se necessário for estamos sempre prontos para o ataque”, observa.

HISTÓRIA
No período de 1808 até 1967 o responsável pelas ações do Exército era o Ministério da Guerra; entre 1967 e 1999, o controle passou a ser feito pelo Ministério do Exército. A partir de 1999, criou-se o Ministério da Defesa, responsável pela defesa nacional, unindo as três forças armadas do país: o Exército, a Marinha e a Aeronáutica.

GUERRA
As tropas do Exército praticam fortes treinamentos, como preparo para operar em circunstâncias de guerra e de conflitos mais extremos, como apoio a segurança de cidades. O Rio de Janeiro é um exemplo onde o Exército foi chamado a ajudar no processo de pacificação das comunidades tomadas pelo tráfico de drogas. As tropas ainda são responsáveis pela segurança da pátria junto às fronteiras, compartilhando tal responsabilidade com os serviços da aeronáutica.
Além disso, o Exército participa de campanhas sociais, leva alimentos e faz serviços de atendimento médico às localidades do país que são muito isoladas, onde a população não tem acesso aos mesmos.
Para ingressar no Exército do Brasil é necessário participar do alistamento militar, que acontece todos os anos. O serviço militar é obrigatório para os rapazes, que devem se alistar no ano que completarem 18 anos. Existem vagas tanto para homens como para mulheres.

Fotos vinculadas

Coronel Marcelo Baptista Vargas, comandante da Guarnição Militar Federal de Santo Ângelo (Foto: Oda Kotowski/JM)

Mais Notícias: Geral