Notícias: Geral

Secretário nacional da Aviação Civil confirma novos investimentos no Aeroporto

Recursos serão aplicados na expansão dos aeroportos de Passo Fundo, Santo Ângelo e Caxias do Sul

04 de Julho de 2017 às 10:00
Secretário nacional da  Aviação Civil confirma novos  investimentos no Aeroporto
Secretário Nacional de Aviação, Dario Lopes (Foto: Oda Kotowski)

Para o secretário nacional da Aviação Civil, Dario Lopes, a inauguração das operações entre Santo Ângelo e Porto Alegre deve servir de exemplo para outras unidades da Federação, uma vez que contemplou a união entre a iniciativa privada e o governo do Estado para dar viabilidade à realização dos voos. O secretário se referiu ao Programa Estadual de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDAR-RS), tanto em relação à oferta de infraestrutura quanto no que se refere às condições burocráticas e de incentivos para as empresas.

Para Lopes, o governo está cumprindo o seu papel em criar condições de mobilidade através da oferta da infraestrutura e confirmou novos investimentos para melhorias no terminal de passageiros do Aeroporto Regional Sepé Tiaraju. Mais cedo, em reunião com o governador José Ivo Sartori no Palácio Piratini, confirmou investimentos na ordem de R$ 120 milhões na expansão dos aeroportos de Passo Fundo, Santo Ângelo e Caxias do Sul, dentro do plano de ações 2017-2018.

O diretor de Relações Institucionais da Azul, Ronaldo Veras, destacou o empenho dos diversos segmentos para que os voos pudessem se concretizar. “Estou impressionado com a união e a dedicação de todos para que isso fosse possível. Além disso, precisamos enaltecer o Programa de Desenvolvimento da Aviação, que proporcionou a redução de impostos, viabilizando nossas operações”, destacou.

O trabalho coletivo também foi destacado pelo deputado estadual Eduardo Loureiro. Para o parlamentar, o fato da região das Missões ficar distante dos grandes centros requer uma atenção especial no que se refere à infraestrutura e logística para o seu desenvolvimento, o que passa pela integração através do transporte aéreo. “Santo Ângelo e região irão atrair novos empreendimentos, fortalecer o turismo e a economia. É reflexo de um trabalho coletivo, entre muitas lideranças dos municipais da região, do governo Federal e do Estado, e da Assembleia Legislativa”, complementa Loureiro.  

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Geral