Notícias: Polícia

Esposa do comandante do 7º RPMon comete suicídio

Sandra da Rosa, 45 anos, usando um revólver calibre .38, atirou contra o próprio peito

02 de Julho de 2012 às 16:30
Esposa do comandante do 7º RPMon comete suicídio
Logo após o fato, foi grande a movimentação no sítio da família, na Barra do São João

A mulher do comandante do 7º Regimento de Polícia Montada (RPMon), Major Hasadias da Silva, morreu por volta das 12h20min desta segunda-feira (2), após cometer suicídio, no sítio da família, na comunidade de Barra do São João, interior de Santo Ângelo.

A empresária Sandra da Rosa, 45 anos, teria atirado contra o próprio peito usando um revólver calibre .38 particular.

Segundo o delegado Heleno dos Santos, o fato teria ocorrido logo após o almoço e uma discussão que ocorreu no quarto do casal. “Então ela pegou o revólver que estava na cômoda, ao lado da cama, e atirou contra o coração. Ela foi socorrida pelo Major e levada ao Hospital Santo Ângelo, porém, não resistiu e morreu”, disse.

Santos não divulgou maiores detalhes do ocorrido, apenas disse que abrirá um inquérito policial para investigar as causas do suicídio. “Não tenho dúvidas de que foi um suícidio. Apreendemos a arma que foi usada e peritos do Departamento de Criminalística colheram impressões digitais e o resultado da perícia será anexado ao procedimento policial”, destaca.

O comandante do 7º RPMon, Major Hasadias, não se pronunciou. Amigos disseram que ele estava visivelmente abalado e que no momento oportuno falaria sobre o ocorrido.

O corpo foi encaminhado ao Departamento Médico Legal (DML) para exame de necropsia.

O velório acontece na Capela A da Funerária Mousquer e Brum e o sepultamento será na manhã desta terça-feira, no Cemitério Padre Roque Gonzales.

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Polícia