Notícias: Política

Diomar Formenton: “Hoje, tendo projetos consistentes, têm-se muitos recursos em nível estadual e federal”

Diomar Lino Formenton, eleito com 1.503 votos, aborda suas principais propostas

22 de Dezembro de 2012 às 20:00
Diomar Formenton: “Hoje, tendo projetos consistentes, têm-se muitos recursos em nível estadual e federal”
Diomar Lino Formenton (PT) foi eleito vereador com 1.503 votos. Fotos: Fernando Goettems/JM

Diomar Lino Formenton (PT), ex-secretário municipal de Agricultura e extensionista de Emater desde 1981, foi eleito vereador com 1.503 votos, na primeira vez em que concorreu ao cargo. O futuro vereador tem uma forte ligação com as comunidades rurais, por isso, tem como um dos principais objetivos de sua legislatura melhorar a qualidade de vida no campo.

 

JM – Por que decidiu ser vereador?

DIOMAR – A princípio nunca pensei em ser vereador. A partir do momento em que fui desafiado e convidado para ser secretário da Agricultura, comecei a pensar diferente e politicamente. Porque secretário é um cargo político. O partido também começou a solicitar para eu dar a minha contribuição como vereador, pela receptividade que tive todos os anos de Emater e na Secretaria da Agricultura. As lideranças, principalmente da área da saúde e a área rural, praticamente me convocaram para ser vereador.

 

JM – Qual a sua base eleitoral? Onde você concentrou sua busca por votos?

DIOMAR – Se analisarmos proporcionalmente, foi o meio rural. Fiz 702 votos no interior e 801 no meio urbano. Hoje temos em torno de 6% do eleitorado no meio rural e desses, eu fiz quase 50% dos votos. Tivemos um apoio muito grande, um trabalho de confiança, onde o agricultor e o jovem rural confiaram na proposta.

 

JM – Quais ações pretende desenvolver em seu mandato?

DIOMAR – Vamos trabalhar a questão de infraestrutura do meio rural, a questão das estradas, dos acessos vicinais, também o entorno das propriedades, principalmente na área do leite, por isso nós estamos planejando uma sugestão de lei para que isso se confirme. Também vou trabalhar pelo avanço permanente do Programa de Aquisição de Alimentos e o Programa da Alimentação Escolar. A questão da telefonia, internet e energia elétrica, que sabemos, tem deficiência no meio rural, podemos batalhar por isso. Pretendo buscar, também, a questão de um plano municipal na prevenção da estiagem. Trabalhar por postos de saúde no meio rural. Na área do esporte, já nos comprometemos com o Conselho Municipal do Esporte, para dar o apoio, trabalhando principalmente nos bairros. Também na área da saúde, na prevenção, a atenção básica tem que avançar bastante. Temos algumas propostas elaboradas. Temos que ver a questão dos projetos sugestão, pois as leis partem do executivo. Todos eles oriundos dessas áreas. No primeiro semestre de 2013 quero dar encaminhamento, inclusive buscando recursos no plano estadual e federal, através de emendas parlamentares.

 

JM – Quais são as suas referências políticas no estado e no país?

DIOMAR – Pela ligação com a agricultura familiar, temos ligação com o deputado estadual Jeferson Fernandes e o deputado federal Elvino Bohn Gass. Hoje, tendo projetos consistentes, têm-se muitos recursos em nível estadual e federal. Um exemplo é o nosso próprio município, que, nos últimos anos, conseguiu milhões de reais para aplicar, através de projetos. Acreditamos que podemos colaborar muito nessa questão político-partidária, pela relação com o governo estadual e federal, por serem governadores pelo Partido dos Trabalhadores atualmente.

 

JM – Que postura adotará diante da administração do futuro prefeito Valdir Andres?

DIOMAR – Primeiramente seremos oposição. Vamos discutir internamente com o partido essa questão. Evidentemente, que todo o projeto que venha a favor da comunidade, estaremos juntos, sendo a favor, pois não tem como ser diferente. Temos de ter coerência entre o que temos de opor e avançar, principalmente se analisarmos necessidades que temos, hoje, no meio rural.

 

CURRÍCULO DO VEREADOR ELEITO

Diomar Lino Formenaton, 52 anos, é técnico em Agropecuária e tecnólogo em Desenvolvimento Rural na UFRGS. Ingressou na Emater-RS-Ascar no dia 18 de maio de 1981, no município de Três de Maio. Em junho de 1986 foi transferido para Santo Ângelo. Exerceu a função de chefe do Escritório Municipal da Emater-RS-Ascar de Santo Ângelo de 2002 a 2008. Foi secretário municipal da Agricultura de 2009 a 2012; tesoureiro e Secretário do Hospital de Caridade de Santo Ângelo.

Também foi presidente, por três mandatos, do Conselho Regional de Saúde das Missões, na abrangência da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde (24 municípios); presidente do Conselho Municipal de Saúde; presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Agropecuário de Santo Ângelo (Comdasa); vice-presidente do Conselho Comunitário de Defesa Penitenciária; coordenador do Fórum Permanente dos Conselhos Municipais; membro suplente do Conselho Municipal de Assistência Social e do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente. Também é presidente do Conselho Regional Espírita, que envolve 47 casas espíritas de 22 municípios da Região de Santo Ângelo, Ijuí e Cruz Alta.

Por Fernando Goettems (fernando@jornaldasmissoes.com.br)

Fonte: Jornal das Missões

Mais Notícias: Política