Dois toques

0
119

ALELUIA!

Toquem os sinos, habemos vitória! Ansiosamente aguardamos por onze rodadas para ver nascer a PRIMEIRA VITÓRIA da ASAF na Série Ouro do Futsal Gaúcho. E ela veio cheio de graça para a alegria da Direção, da Comissão Técnica, dos jogadores, da imprensa e, principalmente, para o delírio do torcedor missioneiro. Não foi qualquer vitória: foi sofrida, penada e conseguida com muito esforço, como devem ser as conquistas importantes. Os 3 a 0 no Sobradinho representam muito para o planejamento e para o resgate da auto-estima de todos os atores deste drama quase que interminável. O pai Paulo quase explodiu de alegria quando Felipe Korb, no finalzinho do primeiro tempo fez 1 a 0. Na segunda etapa, depois de muito sufoco e jogando com paciência e aproveitando os contra-ataques Maurício (foto abaixo) fez 2 a 0 e Kiko fechou a conta em 3 a 0. Dia da vitória: 8 de junho de 2013.

JOGO A JOGO – Esqueçam a necessidade de ganhar “X” jogos ou fazer “X” pontos. O planejamento de ser jogo a jogo. E a próxima rodada tem clássico regional, no sábado (15), lá em São Luiz Gonzaga, contra a AGSL. Todo o foco, todo o planejamento precisa estar concentrado nesta partida. Não adianta sonhar com vitórias. Tem que trabalhar para que ela aconteça no próximo jogo. E assim, sucessivamente.

SANTO ÂNGELO conseguiu bom resultado, jogando fora, ao empatar em zero com a Panambi. Com o empate a equipe subiu para 8 pontos na tabela de classificação do returno, um a menos que o líder Aimoré e um a mais que o terceiro colocado, o Riograndense de Santa Maria. Aliás, Riograndense que o Santo Ângelo enfrentará no próximo domingo, no Estádio dos Eucaliptos em Santa Maria. É briga direta pela classificação.

EXEMPLO – Belíssima iniciativa dos empresários Carlos Pippi e Neri Pippi, da Redemaq/Tenondé Park Hotel, Benoni Squizani, da Suplan e Paulo Ely, da Fundimisa, proporcionando à Comissão Técnica e jogadores do Santo Ângelo a oportunidade de palestras e a concentração para o jogo contra o Panambi ter acontecido no Tenondé Park Hotel, em São Miguel das Missões. Somando-se ao apoio que já vinha acontecendo por parte da Vonpar, Unimed Missões e outras empresas, o Santo Ângelo, nesta reta final rumo à classificação, qualifica significativamente a sua preparação. É justo destacar o trabalho incansável do Paulo Ferreira e do Beto Paluchowski, na construção destas parcerias.