Dois toques

0
115

O PULSO AINDA PULSA – ASSAF X ASAF, hoje, 20 horas, em Santa Cruz do Sul, decidem quem ficará com a última vaga de permanência na Série Ouro de 2014. Afirmo isso, porque São Luiz Gonzaga (embora tendo o mesmo número de pontos da ASAF), receberá em casa a equipe de Sobradinho, que tem se constituído no “saco de pancada” dos demais e não deverá ter nenhuma dificuldade para vencer o jogo e de goleada. Por tudo que se viu até agora, é “jogo jogado”. Uma das vagas já é da AGSL. Para vencer, lá na terra do fumo, a ASAF vai ter se superar, vai ter que vencer um adversário que até agora, em três confrontos, empatou as duas aqui em Santo Ângelo e perdeu em Santa Cruz. Então, terá que fazer o que não fez até aqui. É hoje! Não haverá outra chance.

PREJUDICARAM O CLUBE – O goleiro Márcio tem se constituído, durante todo o certame como o jogador mais regular da equipe da ASAF, com atuações seguras e defesas espetaculares. Recebeu do narrador Irani Brum, da Rádio Santo Ângelo, o apelido de “Muralha”, em reconhecimento as suas qualidades. Passados turno, returno e jogos válidos pelo quadrangular da morte, não tínhamos conhecimento de nenhum ato de indisciplina deste atleta. Agora, quando o clube vai jogar a partida mais importante da sua vida, quando todos precisam estar unidos para buscar a vitória, o goleiro Márcio é afastado por ato de indisciplina. É evidente que atos de indisciplina tem que ser cobrados e quem o cometeu, merece ser punido. Mas, será que a direção da ASAF, que é composta por pessoas competentes, com experiência no trato com jogadores, não teve a capacidade de administrar a situação e esperar para tomar as providências depois do término do jogo lá em Santa Cruz? Precisava punir o próprio clube neste momento decisivo?

SANTO ÂNGELO – Os ex-presidentes Vando e Lunardi, escancararam publicamente nesta semana, os bastidores da AER Santo Ângelo, com declarações e acusações que vão desde a falta de prestações de contas, até suscitando dúvidas com relação a capacidade de exercer o cargo máximo na hierarquia do clube. Em qualquer clube sempre há correntes políticas. Uns defendem isso, outros defendem aquilo, mas com um ponto comum: todos querem o melhor para a agremiação. O que os diferem são apenas pontos de vista, construídos e divergentes a partir de conhecimentos adquiridos e paradigmas. Parece-nos que a situação do Santo Ângelo transcende esta linha, já que não há disputas. Pelo contrário, estão faltando candidatos para dirigir a entidade. Quanto maior o número de divisores, menor será o resultado.

DUPLA GRENAL – Na semana a gangorra da dupla grenal ficou bem caracterizada. O Inter venceu o Corinthians por 1 a 0 e encerrou a fase de “empatites”. Já o Grêmio perdeu por 2 a 0 para o Goiás, com lambança do Dida e gols do fortíssimo Valter. Hoje tem Ponte Preta x Internacional, 18h30m, no Moisés Lucarelli e Grêmio x Portuguesa, 21 horas, na Arena.