Ainda dissertação de causa e consequência

0
122

Existem algumas observações acerca da dissertação de causa e consequência apresentada aqui na semana passada. Servem para esclarecer, ampliar e aprofundar alguns pontos sobre a introdução e conclusão nesse e desse modelo dissertativo.

Reescreve-se, de saída, o parágrafo da introdução. Todos sabemos que, em nosso país, há muito tempo, observa-se um grande número de grupos migratórios, os quais, provenientes do campo, deslocam-se em direção às cidades, procurando melhores condições de vida.

Todo parágrafo introdutório da dissertação de causa e consequência deve apresentar o tema e uma ligeira ampliação. O parágrafo acima tem esses dois dados. O tema vai desde Todos sabemos até grupos migratórios. A ligeira ampliação do tema vai de os quais até condições de vida. A ligeira ampliação temática poderia ser maior, ter mais palavras e linhas? Poderia. Essa ampliação depende de vários fatores – da necessidade de mais explicações, de explicações mais consistentes, também da necessidade de aumentar o número de linhas no texto da prova, fora outros. Observa-se que a autora da dissertação – Branca Granatic – escreveu-a em nós e não em ele. Pode se usar nós na escrita da dissertação? Pode-se, pois esse nós carrega impessoalidade de ele. Não se pode usar, isto sim, eu, porque o eu carrega pessoalidade. País, escrito com inicial minúsculo, poderia ser escrito com inicial maiúsculo, uma vez que representa um país determinado, o Brasil.

Posto isso, reescreve-se o parágrafo conclusivo. Por tudo isso, só nos resta admitir que a existência do êxodo rural somente agrava os problemas do campo e da própria cidade. Fazem-se, portanto, necessárias algumas medidas para tentar fixar o homem na terra. Assim, os cidadãos rurais e uranos deste país encontrariam, com certeza, melhores condições de vida.

O parágrafo da conclusão tem três partes: expressão inicial, reafirmação do tema e observação final. Duas partes obrigatórias: expressão inicial e reafirmação do tema. Uma parte facultativa: observação final – ou uma, ou duas, ou três. A autora apresenta duas observações finais. Uma de Fazem-se até o homem na terra e outra de Assim até melhores condições de vida. Vírgula obrigatória depois da expressão inicial.

Assim, a expressão Todos sabemos apresenta silepse – concordância anormal ou ideológica e não gramatical. No caso, é silepse de pessoa – todos, terceira pessoa, e sabemos, primeira pessoa. Concordância normal, gramatical: todos nós sabemos ou todos sabem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here