Breve teoria do futuro do subjuntivo

0
40

Falantes da língua portuguesa, tanto os estudados e concursados, quanto os ainda estudando e concursando, quando precisarem conjugar uma forma verbal no futuro do subjuntivo, devem escrever, ou elaborar mentalmente, a segunda pessoa do singular do pretérito perfeito do verbo que vão usar no futuro do subjuntivo, tirar o ste da segunda pessoa do pretérito perfeito e acrescentar um r na sobra dessa pessoa, que terão de imediato, na hora, a primeira pessoa do singular do futuro do subjuntivo. Tendo em mão a forma verbal da primeira pessoa do singular do futuro do subjuntivo, as demais formas verbais, do tu ao eles, fluem, vêm fáceis, uma atrás da outra.

Três observações importantes e práticas. Primeira, a forma verbal do futuro do subjuntivo até o r permanece igual, inalterável, da primeira pessoa do singular [eu] até a terceira pessoa do plural [eles]. Segunda, a primeira e a terceira pessoa do singular do futuro do subjuntivo mantêm a mesma forma, que, para serem distinguidas com precisão, requerem o uso do pronome pessoal reto [eu] ou [ele] ou no ele [ela, você], conforme o caso. Terceira, depois do r vem es para tu, mos para nós, des para vós e em para eles [elas, vocês]. Essas terminações do futuro do subjuntivo valem, sem exceção, para todos os verbos das três conjugações, ou seja, para todos os verbos terminados em ar, er e ir? Sim, valem para todos os verbos das três conjugações verbais, sem exceção alguma.

Teoria é isso, prática é isto. Quando os falantes portugueses têm de usar, por exemplo, o futuro do subjuntivo na segunda pessoa do singular do verbo estudar, eles devem, então, na caneta ou na mente, conjugá-lo no pretérito perfeito no eu e no tu, que, conjugado, vai dar estudei e estudaste. O que mais? Devem tirar o ste de estudaste e acrescentar o r. Essa ação, de dois ou três segundos, tece a forma básica e permanente do futuro do subjuntivo – estudar. E o que mais? Devem acrescentar depois do r o es, como dito no parágrafo anterior, da segunda pessoa do singular do futuro do subjuntivo, a qual fica sendo estudares. E o que mais ainda? Não devem esquecer do se ou do quandose estudares, quando estudares. Querendo, é opcional, podem usar o pronome pessoal reto tuse tu estudares, quando tu estudares.

Assim, com base teórica no parágrafo anterior e neste, as formas verbais todas do verbo estudar no futuro do subjuntivo, com uso de se e quando entre barra e do respectivo pronome pessoal reto, são estas: se/quando eu estudar, se/quando tu estudares, se/quando ele estudar, se/quando nós estudarmos, se/quando vós estudardes, se/quando eles estudarem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here