Prática de pretérito perfeito e de futuro do subjuntivo

0
134

Lições práticas de conjugação de alguns verbos no pretérito perfeito do indicativo, formação do futuro do subjuntivo e conjugação desse futuro em todas as pessoas gramaticais, com a presença dos pronomes pessoais retos nos dois tempos verbais e com a presença de se e quando entre barra no futuro do subjuntivo.

Pretérito perfeito do indicativo do verbo amar – eu amei, tu amaste, ele amou, nós amamos, vós amastes e eles amaram. Menos o ste de tu amaste, sobra ama, com acréscimo de r, tem-se a forma verbal do futuro do subjuntivo amar se/quando eu amar, se/quando tu amares, se/quando ele amar, se/quando nós amarmos, se/quando vós amardes, se/quando eles amarem.

Pretérito perfeito do indicativo do verbo vender – eu vendi, tu vendeste, ele vendeu, nós vendemos, vós vendestes e eles venderam. Menos o ste de tu vendeste, sobra vende, com acréscimo de r, tem-se a forma verbal do futuro do subjuntivo venderse/quando eu vender, se/quando tu venderes, se/quando ele vender, se/quando nós vendermos, se/quando vós venderdes, se/quando eles venderem.

Pretérito perfeito do indicativo do verbo partir – eu parti, tu partiste, ele partiu, nós partimos, vós partistes e eles partiram. Menos o ste de tu partiste, sobra parti, com acréscimo de r, tem-se a forma verbal do futuro do subjuntivo partirse/quando eu partir, se/quando tu partires, se/quando ele partir, se/quando nós partirmos, se/quando vós partirdes, se/quando eles partirem.

Esses três verbos são exemplos de verbos regulares. Verbos regulares mantêm regularmente o mesmo radical em todos os modos, tempos e pessoas gramaticais. É repetida aos que estudaram e mal não faz esta lição: o radical de amar é am, de vender é vend e de partir é part.

Assim, faz-se este exercício com um verbo irregular, que varia o radical, cujo verbo pode ser um que costuma dar alguma dor de cabeça na conjugação do pretérito perfeito e do futuro do subjuntivo, o verbo caber. A criança, ainda fora da escola, diz eu cabi, o estudante de sétima série em diante, que já estudou os capítulos dos verbos nos livros de português em salas de aula, diz eu coube. Eis, pois, o pretérito perfeito completo de caber – eu coube, tu coubeste, ele coube, nós coubemos, vós coubestes e eles couberam. E eis dele o futuro do subjuntivo – se/quando eu couber, se/quando tu couberes, se/quando ele couber, se/quando nós coubermos, se/quando vós couberdes, se/quando eles couberem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here