De Trivela

0
112

Esperar o que!
Esperar o que de um time que é comandado por um técnico ultrapassado, teimoso, limitado e marcado pela torcida? Nada! Com Roth o time atua assim, com medo de vencer, sem postura tática, só na vontade, aí não tem jeito, mesmo quando a atuação não é das piores acontecem coisas que castigam a falta de ambição. Esperar o que de um time que sofre contra ataque aos 40 minutos do segundo tempo? Onde estava o zagueiro Paulão? No ataque do Botafogo. Isso é inadmissível no futebol. Prova que Roth não tem comando, ninguém o obedece, seus atletas não acreditam mais nas suas “leituras” de jogo. Esperar o que de um time que se dá ao luxo de deixar jogadores do nível de Sejas no banco de reservas? Alex se arrastando, sem forças físicas permanece como capitão e titular absoluto. Esperar o que de um jogador sonolento, dispersivo e fraco como Valdívia. Esperar o que de uma agremiação que passou 14 rodadas sem colher uma mísera vitória?  Esperar o que de uma direção conivente, cega e perdida que não identifica ou identificou a tempo as carências de uma equipe ruim, com uma folha salarial altíssima? Às vezes quero ser otimista, mas, a razão não permite. O Internacional está a um ponto de sair do rebaixamento, não seria tarefa tão árdua assim, no entanto, o desempenho da equipe é muito fraco. Desta vez só Deus poderá salvar o clube do povo.

Cartucho
A munição está no fim e os inimigos estão bem armados. Assim o Internacional enfraquecido tentará se manter vivo na busca de permanecer na elite do futebol brasileiro. Não dá mais para queimar cartucho. Ou vence o poderoso Flamengo ou começa a preparar-se para enfrentar o calvário da segundona em 2017. Com times limitados como o Coritiba e o Figueirense o colorado penou para sair vitorioso, imagina com os cariocas que estão brigando pelo título?

Técnico
Cansei de ouvir em rodas de bate papo e na própria imprensa que técnico não ganha jogos. Eu sempre discordei disso. O treinador ganha sim. É ele o responsável pela escalação da equipe, é dele a tarefa de motivar e explorar seus atletas. É dele a função de organizar esquemas técnicos e táticos. É dele a missão de conhecer seus atletas e treina-los. Como não ganha jogos? Observem o caso de Tite. Quatro jogos, quatro vitórias a frente da até então desacreditada Seleção Brasileira. Os mesmos jogadores que com Dunga não jogavam, hoje com Tite no comando estão brilhando. Técnico ganha e perde jogos sim!

Abraço
Hoje meu abraço especial vai para o amigo e colorado Hamilton Mota, popular Mita. O Mita está se recuperando de uma cirurgia na perna e em breve estará aprontando as suas pegadinhas. Grande abraço e uma excelente recuperação!

Pensamento
“Sou como uma planta do deserto. Uma única gota de orvalho é suficiente para me alimentar.” (Leonel de Moura Brizola)

*Um ótimo e abençoado final de semana!