De Trivela

0
107

AOS PAPAIS
Pai é Pai! Pode ser novo, velho, cabeludo ou careca colorado ou gremista, branco ou preto, solteiro, casado, viúvo ou separado, não importa, Pai é Pai. Ser novo, velho, pobre ou rico será sempre o Pai amado. Pode ser feliz, ou nem tanto, pode estar aqui ao nosso lado ou infelizmente ter partido. Pode ter uma bela mansão ou uma simples casinha, pode usar terno italiano ou um jeans jovial, pode estar trabalhando ou ser mais uma vitima do desemprego, pode ser tanta coisa ou somente Pai.
Que não só nesta data comemorativa, mas, em todos os dias desta vida possa ser lembrado como aquele que muitas vezes não dormiu pensando na melhor maneira de sustentar a família com dignidade, nas quantas vezes que se viu obrigado a engolir sapos, nas inúmeras vezes que as lágrimas escorreram de seus olhos, nos momentos felizes de boas gargalhadas, no churrasco em família nos finais de semana, nas discussões, nos erros e nos acertos, no ombro amigo que sustentou alguma carga, na segurança de seus gestos, atitudes e palavras, nas vezes que perdeu a hora, mas, nunca deixou um minuto sequer de pensar na coisa mais importante da sua vida, Nós. Ao meu querido Papai Jaime que em 2013 nos deixou. Muitas saudades, mas, nada de tristezas, pois, o senhor nos ensinou a lembrar das coisas boas da vida e aprender lições com os dissabores da vida! Um grande abraço a todos os Papais!

LAMBANÇA
Quando esta diretoria inapta anunciou a contratação de Paulo Roberto Falcão, disse na oportunidade que era contra a sua vinda para comandar o CAMPEÃO DE TUDO.  Era contra não pela sua pessoa e muito menos pelo seu trabalho. Fui contra porque tinha certeza que sua permanência era passageira. O que a direção fez com o ídolo e a pessoa Falcão foi uma sacanagem, um desrespeito. Em qualquer labuta da vida é necessário tempo e apoio para que o profissional demonstre seus serviços, implante suas ideias e conceitos. Falcão, talvez o maior ídolo da história do clube teve renegado este tempo e o apoio foi absolutamente inexistente. Simplesmente esta direção o deixou sozinho, abandonado numa imensidão de problemas. Mais uma lambança do patético presidente e sua turma!

TRIO DA ESPERANÇA
Fernando Carvalho, Ibsen Pinheiro e Celso Roth formam o trio responsável para tirar o Internacional desta incômoda situação vivida no campeonato brasileiro. O trabalho e a competência de Fernando Carvalho são indiscutíveis. O homem conhece tudo sobre futebol. Ibsen viveu seus momentos de glórias em épocas passadas e atualmente com seus 81 anos poderá colaborar com sua vasta experiência. Já Roth é uma incógnita. Celso Juarez Roth é imprevisível. Poderá e creio que seja isso que vá acontecer ter uma largada promissora no returno do brasileirão, mas, pelo seu tradicional histórico começará a inventar e se perder. Que a sorte esteja ao nosso lado, pois, nós colorados vamos sofrer  para ficarmos em uma colocação ao menos honrosa!

ABRAÇOS
Hoje meu abraço vai para o competente empresário, amigo e colorado Sebastião da Silva. Roberval, assim como a maioria da torcida colorada está preocupado com o desempenho do nosso time, porém, esperançoso em uma grande virada!

PENSAMENTO
“Sábio é o pai que conhece o seu próprio filho”. (Willian Shakespeare)

*Um ótimo e abençoado final de semana!