PAC vai garantir o asfaltamento de 500 quadras em Santo Ângelo

0
117

A assinatura de contrato entre a Caixa Econômica Federal e a Prefeitura de Santo Ângelo, na quinta-feira (20), vai possibilitar a pavimentação de 500 quadras. Serão financiados R$ 35 milhões pelo PAC 2 Pavimentação e Qualificação de Vias Urbanas – 2ª etapa. O projeto viabilizará tanto asfaltamento quanto recapeamento de ruas.
A Prefeitura terá carência de quatro anos e um prazo de 20 anos para o pagamento do empréstimo feito ao Governo Federal. Em 2010, o projeto para o asfaltamento das quadras foi encaminhado pelo município ao Ministério das Cidades na administração do então prefeito Eduardo Loureiro.
Nesse processo, teve a reformulação de novo projeto e em 2013 aconteceu a aprovação e seleção, com publicação no Diário Oficial, no mês de março do mesmo ano. O próximo passo, a partir de agora, é o setor de engenharia do município encaminhar o projeto finalizado para a Caixa Econômica Federal. Na sequência a instituição financeira fará a análise para efetuar a licitação da obra.

Boa expectativa nas lavouras de soja
A chuva dessa semana beneficiou as lavouras de soja de Santo Ângelo. De acordo com o chefe de escritório de Emater, Álvaro Uggeri Rodrigues, somente na segunda-feira (19) a precipitação pluviométrica teve uma média de 107 milímetros. Somado ao clima favorável desse período, a expectativa da Comissão Municipal de Estatística Agropecuária é a colheita de 42 sacas por hectare. No entanto, tem áreas de lavoura da cidade como o Distrito Buriti, que deverá colher entre 45 a 50 sacas por hectares; em outras a produtividade deverá ser 30% menor que a expectativa. No momento, 80% da soja plantada no município, numa área de 36.700 hectares, está na fase de maturação.

Paralisação dos professores
Os professores iniciaram na segunda-feira (17) uma paralisação nacional de 3 dias que encerrou na quarta. A medida, promovida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), reivindicou investimento dos royalties de petróleo na educação, assim como o cumprimento do piso, plano de carreira e jornada de trabalho. Também a votação imediata do Plano Nacional de Educação e destinação de 10% do PIB para a educação pública.
Em Santo Ângelo, o Cpers Sindicato discutiu com a comunidade escolar sobre a realidade da educação no Estado e no País, através de uma plenária realizada na terça-feira (18).
Durante a semana, os professores participaram de ato público em Porto Alegre em frente à sede estadual do Cpers. Informações da coordenadora adjunta da 14ª CRE, Tânia Santiago, nos 11 municípios da área do órgão, das 40 escolas, apenas uma aderiu plenamente à paralisação: a Escola Sparta de Souza.

Vereadores e lideranças do PDT defendem pré-candidatura de Eduardo Loureiro à Assembleia
Durante encontro do PDT, realizado na sexta-feira (14), vereadores e lideranças do partido defenderam a pré-candidatura de Eduardo Loureiro à Assembleia Legislativa.
Na ocasião foi lembrada a necessidade de a região das Missões retomar seu espaço no Parlamento estadual e a falta de representantes locais que defendam os interesses de Santo Ângelo e da região.
O coordenador regional do PDT, Eduardo Loureiro, destacou que existem demandas importantes nas áreas da infraestrutura, educação, saúde e agricultura que precisam uma atenção especial, assim como bandeiras históricas como a ponte internacional, melhorias nos transportes aéreos e ferroviários e ampliação de serviços de alta complexidade nos hospitais da região, fortalecimento das agroindústrias entre outros. Sem dúvida, os eleitores da cidade nas eleições de 2014 precisam estar atentos a essas questões. Santo Ângelo chegou a ter dois deputados federais e estaduais num mesmo período. No momento da busca de recursos isso faz a diferença.

Programa "Roda Viva" especial é realizado na Praça Pinheiro Machado
Na sexta-feira (21) foi realizado um programa “Roda Viva” especial, na Praça Pinheiro Machado, para marcar os 141 anos de emancipação político-administrativa de Santo Ângelo. Participaram do programa o diretor da Rádio Santo Ângelo Eduardo Loureiro e os debatedores Claudio Karlinski, João Batista Santos da Silva, Edu Ávila e Antônio Evaldo de Oliveira (Pontes).
O programa também contou com a presença do ex-secretário estadual do Gabinete dos Prefeitos, Afonso Motta, a vice-prefeita Nara Damião, o presidente da Câmara de Vereadores, Diomar Formenton, o secretário municipal de Cultura, Mário Simon, o representante da URI, Mauro Marchetti, o diretor do Iesa, Julio Lindemann, entre outros convidados.
Na oportunidade, os debatedores falaram sobre os diferentes aspectos da história de Santo Ângelo e os investimentos que vêm sendo realizados no município.

Tragédias nas estradas da região
A violência no trânsito segue fazendo inúmeras vítimas. Entre a sexta-feira (14) até a segunda foram registrados vários acidentes no Estado e na região. Na sexta, uma colisão entre a camioneta e um caminhão na ERS-305, em Horizontinha, causou a morte do motorista da camioneta, Paulo César Galeski.
No domingo (16), um homem morreu atropelado no entroncamento da BR-285 com a ERS-531, em São Miguel das Missões. A vítima foi Pedro Olécio Koch, de 58 anos, que conduzia uma junto de bois pelo acostamento da estrada e acabou atropelado por um Chevette.
Também no domingo, a colisão entre um motocicleta Honda Pop 100 e um Hunday Tucson, na ERS-344, Km 65, em Giruá, vitimou Jair Meirelles de 42 anos.
Já em Vila Nova do Sul, uma aquaplanagem de um BMW, na BR-290, causou a morte de Nadir Silva, de 62 anos, irmã do prefeito de Alegrete, Erasmo Gutterres Silva (PMDB), que conduzia o veículo. No acidente ficou gravemente ferida a namorada do prefeito, Elinar Freitas Vasconcelos.
Na madrugada de segunda-feira (17), o jovem Jonas Schultz, de 18 anos, morreu ao capotar um veículo Monza na ERS-344 em Horizontina. Infelizmente, o trânsito segue matando muitas pessoas nas rodovias gaúchas.