Estante de sugestões

0
238

Para junho, me propus sugerir livros que estão disponíveis na Biblioteca Pública Policarpo Gay, de Santo Ângelo. Pois bem, semana passada cedi o espaço desta coluna para um editorial especial do JM, mas nessa, volto com as dicas. E, por falar nisso, semanalmente a Biblioteca atualiza a sua estante de indicações (que são obras especialmente selecionadas). Alguns dos títulos que estão aqui são, inclusive, destas recomendações.

Pequenos incêndios por toda parte, de Celeste Ng
História se passa em Shaker Heights, onde tudo é organizado e planejado (coisa de virginiano). Elena Richardson, uma das personagens, é a descrição dessa organização. Mas a cidade recebe uma nova moradora, Mia Warren – que tem um passado misterioso um desprezo pelo status quo da cidade, que acaba se tornando uma ameaça capaz de desestruturar uma comunidade tão cuidadosamente ordenada.

O amante japonês, de Izabel Allende
“Uma paixão secreta que perdurou por quase setenta anos Em 1939, ano da ocupação da Polônia pelos nazistas, Alma Mendel, de oito anos, é enviada pelos pais para viver em segurança com os tios em São Francisco. Lá, ela conhece Ichimei Fukuda, filho do jardineiro japonês da família. Despercebido por todos ao redor, um caso de amor começa a florescer. Depois do ataque a Pearl Harbor, no entanto, os dois são cruelmente separados. Décadas depois, presentes e cartas misteriosos são descobertos trazendo à tona uma paixão secreta que perdurou por quase setenta anos.” – sinopse da editora.
Olha, não li esse livro, mas por essa descrição será uma das próximas leituras (não lhes garanto estar disponível quando esta coluna tiver sido publicada). 

O bazar dos sonhos ruins, de Stephen King
Livro de contos de King (ideal para quem, assim como eu, tinha medo de ler obras do autor). Textos falam sobre moralidade, vida após a morte, culpa, erros que não cometeríamos se pudéssemos voltar no tempo…

A casa negra, de Stephen King e Peter Straub
Este é a sequência de O talismã. Na obra, Jack Sawyer precisará encontrar forças para entrar em uma casa medonha, perdida em uma floresta, e enfrentar os males insanos que a habitam. Jack não se recorda dos tormentos que teve que enfrentar quando menino, mas, de alguma forma, sabe que o pior ainda está por vir. – informações da editora.

Biblioteca Pública Municipal Policarpo Gay
Está localizada na Rua Três de Outubro, 800, Centro (no Centro Cultural). Funciona de segunda a sexta-feira das 8h30 às 12h e 13h às 17h. Para fazer o empréstimo de um livro é preciso fazer a carteira de sócio. Para isso é necessário apresentar comprovante deresidência, carteira de identidade ou certidão de nascimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here