memórias e releitura

0
114

Dificilmente releio livros. Entre os motivos, têm muitos que quero ler e pouco tempo para dar conta de tanto livro. Mas, nessa semana peguei Olhos d’água, de Conceição Evaristo, certamente o momento que passo agora é outro, então, a percepção do que foi escrito é diferente.

O livro é uma coletânea de contos que abordam, sem meias palavras, a pobreza e a violência urbana que acometem a população afro-brasileira.

Nesta segunda leitura, li a orelha do livro, que fala mais sobre a autora. Mulher negra, pobre, nascida na favela de Minas Gerais. Enquanto estudava, trabalhava como doméstica. Mudou-se para o Rio de Janeiro, passou em concurso público de magistério, com isso conseguiu fazer letras na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Nos anos 90 começou a escrever.

Entre Contos, Poemas e Romances, publicou seis livros. Colaborou em outros 13. E dois dos seus livros traduzidos em Inglês e Francês.

Lendo a biografia (breve) dela, percebo como a educação muda a vida das pessoas. Como a literatura muda a vida das pessoas.

Na foto, como já sugeri Olhos d’Água, trago outra sugestão de leitura de Conceição Evaristo: Becos da Memória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here