Romances de época

0
196

Cada leitor se identifica com um gênero específico de livro. No meu caso, alguns gêneros: Ficção científica, reportagem, romance policial e suspense. Porém, tem um que, apesar de não me atrair com tanta força quando os demais, é gostoso de ler. Os romances de época. Livros de Julia Quinn são um exemplo destes. São fáceis de ler (pra quem gosta, o texto voa). Eu não curto, mas não julgo. Sou mais “O Morro dos Ventos Uivantes”, de Emily Bronte e “Orgulho e Preconceito”, Jane Austen. Aliás, as irmãs Bronte são fantásticas e Jane Austen, apesar de ter escrito seus livros lá no início do século 19, tem uma narrativa maravilhosa.

Sugestão

Na edição deste sábado, tem uma matéria bem bacana, na capa do findi, sobre a história do cinema e o seu futuro aqui em Santo Ângelo. O texto foi baseado nas conversas com os entrevistados, mas também na obra de Paulo Prado, “100 anos de cinema em Santo Ângelo”. A obra é um relato cronológico, superinteressante e didático sobre a história da sétima arte, tanto aqui, quando no mundo. Vale a pena investir. Livro pode ser adquirido diretamente com Paulo pelo telefone (55) 99964 3986.

 

 

Sugestão do Renato Schorr Presidente da Asle e patrono da Semana Cultural de Santo Ângelo 

A sugestão desta semana é de Renato Schorr, tradicionalista, colunista do JM, patrono da Semana Cultural de Santo Ângelo e presidente da Asle. A indicação é da obra O Imigrante – memoriando a história do Sul, avaliação crítica. Obra é do cerro-larguense Ruy Nedel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here