Universo da ficção científica

0
320

Semana passada falei sobre as Distopias (subgênero da Ficção Científica). Hoje falo sobre Space Opera – que é um Sci-fi soft, Ficção Científica voltada para a aventura que envolve viagem no espaço. Se caracteriza basicamente por uma trama que se passa em outro planeta. Geralmente este subgênero é mais fantasioso (distopia, por exemplo, imagina como seria uma sociedade perfeita, Space Opera “viaja” na imaginação para criar uma realidade totalmente diferente).

Olha só, em filmes, Interestelar, de 2014, envolve viagem espacial, a série da Netflix Star Trek: Discovery segue essa linha. Nos livros, A Mão Esquerda da Escuridão, de Ursula K. Le Guin (1979) e Duna, de Frank Herbert (1965). Eles variam de mais cinetífico para mais fantasioso.

Fundação, Isaac Asimov – A trilogia conta a história da humanidade, em um ponto distante no futuro, no qual o visionário cientista Hari Seldon prevê a destruição total do império humano e de todo o conhecimento acumulado por milênios. Incapaz de impedir a tragédia, ele arquiteta um plano ousado, no qual é possível reconstruir a glória dos homens. Se tudo correr como planejado. O box contém os livros: ‘Fundação’, ‘Fundação e Império’ ‘Segunda Fundação’ os três livros que compõem a obra.

2001: Uma Odisseia no Espaço – É considerado um dos mais importantes e influentes filmes da história. A obra teve seu roteiro escrito pelo escritor de ficção científica Arthur C. Clarke e pelo cineasta Stanley Kubrick. Este é um dos casos em que o filme acabou por inspirar um autor (Arthur C. Clarke) a estender sua história para as páginas de um livro. Enquanto trabalhava com Kubrick nos detalhes do roteiro a ser utilizado pelo diretor, Clarke encaminhava, em paralelo, uma versão mais extensa e detalhada da história, que foi lançada no mesmo ano, logo após a exibição do filme.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here