CBFs, advogados, punitivismo e mal na foto

0
108

CBFs
Nas manifestações pelo impeachment no Governo Dilma, bastava o cara falar “Fora PT”, “Vai pra Cuba”, “Chola mais” e ter uma camisa verde e amarela da CBF, que se tratava de um “cidadão consciente e politizado” que “exercia o seu direito individual de protesto”, mesmo que não tivesse a menor noção do que são “pedaladas fiscais” ou “abertura de créditos suplementares sem autorização legislativa”.
Mas agora, nas manifestações pela educação no Governo Temer, se o sujeito não souber de trás pra frente todas as interpretações jurídicas e econômicas possíveis quanto à PEC 241 e a MP do Ensino Médio, preferencialmente aquelas favoráveis a tais atos, trata-se de um “vagabundo” e um “esquerdopata doutrinado” que é utilizado como “massa de manobra”.

Advogados
A cada mil brasileiros, cinco são advogados.
Ainda assim, a maioria da população desconhece o que são direitos humanos, o que é Estado de Direito, o que é democracia representativa, o que é Estado Laico e mais uma porção de questões.
Só digo uma coisa: esse batalhão de advogados (e até de estudantes de Direito) que existe por aí, não está lutando com o devido vigor pela “causa da humanidade” – e, consequentemente, está descumprindo uma parte do seu juramento de formatura.
Estejam cientes disso.

Punitivismo
O “fetiche punitivista” – ou seja: a ideia fantasiosa de que o aumento das penas em sua duração ou a intensidade das penas em seu martírio nos levará a uma “sociedade melhor” – consiste, sobretudo, em um pensamento irracional marcado, geralmente, por intensos conflitos internos em relação àquele que o defende, ainda que no mais das vezes o faça por ignorância, cegueira ideológica ou simples preguiça.
Mas falando bem francamente e a despeito de conceitos psicanalíticos precisos, aproxima-se da histeria e, quando verificado em massa, entranhado na coletividade, não é sintoma de saúde, mas doença.
Por esses motivos básicos, os quais poderiam se somar a inúmeros outros, qual seria a natureza da “Bancada BBB” (boi + Bíblia + bala) do Congresso?
Penso que a pergunta traz implícita a resposta.

Mal na foto
Que Lula não é santo, todo mundo sabe.
Que Bolsonaro é fascista, todo mundo sabe.
Que Sarney não presta, todo mundo sabe.
Que Dilma foi incompetente e que FHC fez maracutaias nas privatizações, todo mundo também sabe.
Que Temer é um traidor, que Aécio é campeão nas delações e que Malafaia é um baita de um idiota, todo mundo está cansado de saber.
Mas reparem: a gente fala desses caras o tempo inteiro, pois se tratam de alguns “dos cabeças” desse país.
Perceberam como estamos mal na foto?