Sou vagabundo, eu confesso

0
115

Eu sou da opinião de que um relacionamento baseado em brigas e mentiras tem vida curta. Pode até se arrastar por alguns meses ou anos, mas, cedo ou tarde, chega ao fim (mesmo sem separação, ele chega ao fim). Quando o troço termina, acaba, já diria o filósofo grego… Bom, esqueçam. É fim de jogo. Bola pra frente. Isso serve como teoria para qualquer relacionamento entre homem e mulher, mas não para a relação torcida e clube de futebol.

No Gre-Nal do último final de semana, tinha decidido: não iria mais assistir a jogos do Grêmio antes de ele disputar uma final. Estava completamente decidido a tomar tal atitude radical. Nem no estádio, nem na TV, nem no rádio, nem no minuto a minuto da internet. No máximo, iria ver o resultado no outro dia no jornal. Mas, como diz a passagem bíblica, caí em tentação. Quarta-feira a TV aberta passou o jogo contra o Ypiranga e, na falta do que fazer, acabei assistindo. Apesar da vitória, nova decepção. Aliás, a diferença dos outros jogos decepcionantes do Grêmio para o Gre-Nal do último final de semana foi essa: os outros jogos são decepcionantes, mas o Gre-Nal foi humilhante. Foi pior do que pegar a mulher na cama com o anãozinho da padaria da esquina (nada contra os anões). De fato, após aquele jogo, em que o Grêmio com força máxima empatou com um Inter que não tinha nenhum reserva, a não ser seu goleiro (que já não é lá essas coisas…) foi tão ruim quanto você chegar cansado em casa e ter que se fazer de alegre para a sogra, que vem te abraçar falsamente, pois você (e todo mundo) sabe que ela quer a sua caveira…

Enfim, depois desse Gre-Nal tinha feito essa promessa de não ver mais jogos do Grêmio (a não ser em final de campeonato) mas, como já disse, não consegui realizar tal feito. Aliás, não consigo cumprir todas as minhas promessas, já estou me acostumando com isso. Aos poucos, vou virando um fanfarrão. O pessoal aqui em casa fica indignado, mas é a vida, é a idade. O tempo passa e você passa a ligar o fo…-se. Você começa a se decepcionar com o time, com o sistema, com a política, com o cachorro, com a gata, até que acontece isso… As pessoas ficam bravas de você ficar assim, mas fazer o quê (?), se não posso resolver nem os meus problemas, como vou resolver os delas??? E o Grêmio? O Grêmio que vá pra P.Q.P!

VAGABUNDO – Sou vagabundo eu confesso… da turma de 71… A vagabundagem e a vadiagem são estilos de vida rejeitados pela sociedade, que tanto almeja esse estilo de vida! É como o pobre que critica o rico tentando enriquecer todo o dia para fazer as mesmas coisas que os ricos fazem. Pois assim estão os gremistas: criticam os colorados, mas no fundo, sonham em se igualar a eles em títulos.

LIBERTADORES – Nada a declarar.

SER – Deus abençoe.

Bom final de semana a todos.