Comparação retorno investimentos em 2011

0
123

 Final do ano chegando, inicia-se para muitos, a contabilização do retorno dos investimentos. Nessa semana e nas próximas, irei demonstrar um balanço dos resultados de vários investimentos em 2011, entre eles: Imóveis, através dos Fundos Imobiliários; Renda Fixa, através das LCIs, CRIs, CDBs e poupança e da Renda Variável, com as ações ganhadoras e perdedoras do ano.

Hoje irei abordar o retorno dos imóveis. Como benchmark comparativo, utilizarei os Fundos Imobiliários, cujo interesse vem aumentando significativamente não apenas em Santo Ângelo, mas no Brasil todo. Com R$ 1.000,00 é possível tornar-se sócio de um Shopping Center, através da aquisição de cotas e ganhar com o aluguel das lojas lá instauradas. Os Fundos Imobiliários possuem características similares aos imóveis, com maiores vantagens como a possibilidade de com R$ 100.000,00 investir-se em Fundos onde estão alugados salas comerciais, hospitais, faculdades, podendo ocorrer o fracionamento do investimento, ou seja, possibilitando uma diversificação e acesso muito maior a vários estabelecimentos comerciais, enquanto isso no caso de um imóvel, dificilmente encontra-se a possibilidade desse fracionamento. Há a mesma segurança em ambos os casos: o imóvel físico existente.

O Fundo Imobiliário com maior valorização no ano é o imóvel alugado para o Banco do Brasil em São Paulo, com rentabilidade de 59,35% desde o início do ano até novembro de 2011. O segundo Fundo com maior rentabilidade é o Fundo do Edifício Almirante Barroso, Edifício alugado para a Caixa Econômica Federal, na cidade do Rio de Janeiro, com 38% de retorno. A média geral de valorização das cotas dos Fundos Imobiliários em 2011 foi de 8,96%, isso sem contar o retorno dos aluguéis. Para quem tiver interesse, posso enviar a planilha abaixo e outras, eis que pelo espaço, fica difícil a sua visualização. Para isso, basta enviar-me solicitação por e-mail, que está no topo do artigo.

Os Fundos Imobiliários possibilitam uma renda mensal direta através do recebimento dos aluguéis. Ressalto que a grande vantagem, nesse caso, é a isenção do Imposto de Renda (IR), ao contrário dos imóveis físicos que não possuem a isenção do IR. Em 2011 os Fundos Imobiliários pagaram em média 0,80% mensais sob o capital total investido, muito maior que aluguéis residenciais em Santo Ângelo, por exemplo. Esses Fundos tem grande diferença em termos de retorno perante os imóveis físicos em Santo Ângelo e Região, eis que os aluguéis são oriundos de estabelecimentos comerciais situados em grandes metrópoles como Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e São Paulo. Também pode ser utilizado como comparativo a poupança paga em torno de 0,55% ao mês e nela não há a possibilidade de valorização do imóvel, fator que maximiza ainda mais o retorno dos Fundos Imobiliários.

Em resumo: a média de valorização dos Fundos Imobiliários atingiu 15,84% até final de novembro de 2011, sendo um somatório de 8,97% correspondente à valorização dos imóveis e 6,87% atribuídos aos aluguéis pagos, que são isentos de Imposto de Renda.

Caso tenha interesse em saber mais sobre os Fundos Imobiliários, favor entrar em contato.

Um bom final de semana para todos!