Forte ingresso de capital estrangeiro nesse início de ano

0
114

O ano de 2012 inicia-se muito forte no mercado de renda variável brasileiro. Um importante dado a ser analisado é o fluxo de capital oriundo de estrangeiros. O investidor estrangeiro, incluindo pessoa física e pessoa jurídica, responde por mais de 30% de nosso mercado de ações. Historicamente há uma correlação muito forte em entrada de capital estrangeiro no mercado de ações e o retorno desse mercado.

Analisando dados do mês passado os estrangeiros ingressaram com R$ 7,168 bilhões. Em nenhum mês desde 2009 tivemos um valor tão alto de ingresso de capital. Em maio de 2009 tivemos ingresso de R$ 6,083 bilhões que foi o mês que mais chegou perto do patamar atual. Cabe salientar que no ano todo de 2009, (em que o Ibovespa subiu 82%!) ocorreu ingresso de R$ 20,596 bilhões, ou apenas, o triplo no ano todo do que entrou apenas no mês de janeiro. Outro dado relevante é que o mês passado foi o mês com maior entrada de capital dos últimos 17 anos na bolsa brasileira. E, obviamente o Ibovespa teve um retorno muito alto, condizente com a entrada desses recursos.

Porém, sabe o que me chamou mais atenção leitor (a)? Foi o gráfico da imagem:

Podemos notar que os investidores brasileiros estão sempre operando na maneira contrária que o estrangeiro. Os gringos historicamente sempre entram quando visualizam um fundo, isso acontecendo em 2002, 2009 e agora em 2012. Será que o investidor brasileiro é tão pouco inteligente? Quando é hora de entrar, continuam saindo…

E o que poderia justificar o fato de que o investidor brasileiro não sabe investir? Acredito que alguns fatores podem responder isso. Um deles a falta de uma maior sobre investimentos, fator esse que poderia ser suprido com noções já no colégio, como uma disciplina específica de Educação Financeira, por exemplo, já nos primeiros anos de estudo. Falta de assessoria e profissionais na área. O investidor começa a investir por conta própria, ouve notícias e dicas que comprar ações da Petrobrás e Vale é lucro na certa e acaba ou entrando no mercado quando ele já está em uma alta forte ou saindo quando o mercado começa a recuperar-se.

E, você faz parte desse time? Segundo alguns gestores o cenário que 2012 está desenhando é de uma tendência forte de alta, que pode durar uns 36 meses, segundo alguns gestores entre eles Alexandre Lerch Franco, conhecido e amigo. Vamos surfar essa onda ou ficará de fora, assistindo os gringos ficarem com os lucros de nossas empresas?

Bom final de semana para todos!