A sede da comissão colonizadoras

0
150
Sede da comissão colonizadoras- aproximadamente 1910

Arlindo Lied no livreto “ Reminiscências de Santo Ângelo”, relatou sobre a região oeste da nossa cidade de Santo Ângelo: “A cidade, para aqueles lados, fazia limite na rua 15 de Novembro; dali, em direção do arroio Lava- pés, predominava o campo onde pastavam tranquilamente as vacas que, à tardinha, eram trazidas à cidade para serem ordenhadas. Eram as famílias que não possuíssem uma ou mais vacas, estas, durante a noite, permaneciam deitadas nas ruas junto às casas de seus proprietários; daí não raro acontecer, em noite sem lua, algum notívago tropeçar em alguma vaca. E embora possivelmente a vítima desse tombo proferisse palavrões, as vacas quando muitas mugiam, para demonstrar seu desagravo. Mais adiante o arroio São João, bem maior do que atualmente, seguia rumo ao rio Ijuí por entre frondosas árvores cujas emprestavam agradável às suas águas cristalinas”. Podemos observar que as pessoas que ali residiam eram pequenos produtores que mantinham suas vacas para a produção, consumo próprio e venda de alguns produtos aos consumidores como exemplo o leite.

“Nas proximidades da ponte atual do arroio São João, havia um grande barracão pertencente ao coronel Braulio Oliveira, sede da comissão colonizadoras de Guarani; ali eram instalados os imigrantes europeus, enquanto aguardavam o final da viagem para seu destino definitivo. Havia ali gente de todas nacionalidades, mas predominavam suecos e poloneses”.

Devemos muito aos imigrantes europeus que aqui chegaram, trouxeram a agricultura de pequena propriedade e o artesanato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here