Arquivo histórico: importante local da memória histórica

0
145

 O Arquivo Histórico Municipal Augusto César Pereira dos Santos (AHMACPS) está sediado no Centro de Cultura. É considerado uma instituição que destina-se a recolher, guardar, classificar, divulgar documentos e pesquisas sobre a história do município. São realizados encontros, palestras, amostras de vídeos educativos, históricos e culturais sobre o município, ocorrendo a Educação Patrimonial interagindo com educadores e educandos da Secretaria Municipal de Educação, da rede estadual e particular que integram a comunidade educacional da cidade, bem como de outras comunidades. Nele encontra-se a exposição permanente de fotos e documentos que relatam a Santo Ângelo antiga.

Projetos desenvolvidos no Arquivo Histórico Municipal Augusto César Pereira dos Santos:

• Projeto Miscelândia, que consiste em recortes de jornais que relatam sobre a história da cidade, tendo como temática: cultura, turismo, educação, saúde, meio ambiente, personalidades, religião, profissões, datas comemorativas, entre outros;

• Projeto da mapoteca, onde encontra-se mapas e plantas do município e de alguns distritos, hoje, cidades como São Miguel das Missões, Santa Rosa (Colônia 14 de Julho), Catuípe e Giruá. O mapa mais antigo é do ano de 1898, onde encontra-se o centro histórico da cidade.
• Projeto da Hemeroteca, onde são encontrados jornais editados a partir de 1919 até os dias atuais.

• Projeto da História Oral, onde é realizada a transcrição das fitas gravadas com depoimentos das seguintes pessoas: Tio Bilia, Cristiano Kruel, Tio Queiroz, Apolinário e Hemerenciana Dorneles, Severino Verri, Maria de Lourdes Nascimento, Aparício Gonçalves Mello, entre outros nomes que participaram e participam da história da cidade;

• Projeto da Fototeca, até o momento foram descritas e catalogadas aproximadamente 2.400 fotografias.

Documentos, livros já foram doados para o acervo documental pelas seguintes famílias: Pereira dos Santos, Kruel, Licht, Fett, Braatz, De La Rue, Hendeges, Oliveira, Becker, Menezes, Anjos, Mousquer, Costa, Callegaro, Moraes, Prado, Pinheiro Machado e de entidades como a Etnia Polonesa e o CTG Os Legalistas.