A La Pucha: A volta do Brique

0
263

Depois de sete meses e meio, o Brique da Praça retornará neste domingo (1º). É um alento e todos sabemos a falta que o Brique faz para o convívio comunitário.

Foi difícil se acostumar com os domingos sem o Brique, entretanto, também é preciso estar consciente de que avanços como esse, a volta de um evento, dependem muito das nossas ações preventivas em relação a pandemia, que não acabou. Os riscos ainda estão aí e todos devemos nos manter muito atentos.

Lembrando que o Brique possui, também, a sua importância econômica, sendo fonte de renda para muitos trabalhadores.

Que tudo corra bem e que todas as medidas adotadas pelos organizadores se mostrem efetivas para que os domingos voltem a ter, mesmo que com algumas diferenças, com o brilho do Brique.

Só para lembrar…

Estamos em meio a mais um feriadão. Os reflexos do último, no dia 12 de outubro, estão sendo sentidos no número de casos de Covid-19. É isso que dizem as pessoas que trabalham no setor de saúde. As reuniões, festas, churrascos, etc, acabaram
gerando casos e mais casos em núcleos familiares e de amigos. Espera-se
que agora, em virtude do que está acontecendo, as pessoas se conscientizem.

Gaudêncio, o abobado

O meu amigo Gaudêncio acredita em qualquer coisa. Não duvida de nada e, por ser assim tão ingênuo, já ganhou o apelido de “abobado do rincão”.

Na sua imensa ingenuidade, atingindo picos de imbecilidade, Gaudêncio acreditou mesmo que tentar apenas mudar a “roupagem” para vencer ideias e conceitos velhos e mofados como novidade daria certo.

Gaudêncio não consegue tomar jeito.

Casarin reeleito no STR

Daniel Casarin foi reeleito para presidir o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Santo Ângelo. Ele havia sido eleito em novembro de 2016 e agora permanecerá por mais um mandato de quatro anos à frente do STR.

Casarin liderou a chapa única apresentada para a eleição. Ele ainda preside a comissão central da 10ª edição da Feaagri Missões, que em virtude da pandemia não pode ser realizada neste ano e ficou para setembro de 2021.

 

 

 

Desespero

Quanto mais perto chegamos das eleições, maior o desespero de alguns que já viram que não irão conseguir êxito. E o desespero, como bem se sabe, é um péssimo conselheiro. Daí ações que não se justificam. Mas que cobrarão a conta no futuro.

Perguntar não ofende…

O que está acontecendo? Quando as coisas pareciam estar ficando sob controle, voltaram a se complicar e o vírus não dá folga. Então, por que boa parte das pessoas insiste em não se cuidar e ajudar a proteger os demais?

Deu no jornal

  • Grupo de radicais queimam máscaras no meio da rua e pedem: “fora nazistas comunistas”.  É ou não é o suprassumo da ignorância?
  • O Centrão, antes abominado e hoje idolatrado pelos governistas, devem ganhar ainda mais espaço. O Ministério do Meio Ambiente é o próximo a ser abocanhado pelo grupo. O falastrão Ricardo Salles não deve resistir muito. “Nhonho”, como ele definiu o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tem muitos e fiéis amigos no Centrão.
Para refletir
“A desilusão é a visita
da verdade.”
Chico Xavier

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here