A La Pucha: Perguntar não ofende

0
331

O que se apresenta como “nova política” é tão velha, recheada de antigos vícios. Onde atacar, atacar, atacar, sem critério e sem provas é novo?

Só para lembrar

Pesquisa realizada por instituição do centro do País aponta que pelo menos 45% das atividades deverão permanecer no sistema home office após a pandemia. O principal fator é a economia. O que pode mudar isso é os trabalhadores sentirem falta do
ambiente funcional.

E os sócios, laranjas etc?

A operação da PF contra o PCC (Primeiro Comando da Capital) ataca a maior facção do País. Mas, assim como no caso das milícias cariocas, a maior repercussão se dará, em todos os sentidos, quando atacarem e divulgarem os sócios, colaboradores, laranjas e beneficiados dessas organizações criminosas. E são muitos, e bem influentes, disso não se duvide.

Eleição

Os tribunais regionais devem estar desenvolvendo um formato de votação muito bem estruturado para as eleições de novembro. Toda eleição já envolve um custo considerável, com as urnas eletrônicas, os testes que precisam ser feitos e todo o restante do aparato. Agora, com a pandemia, esses gastos se potencializam, até porque terão ser adquiridos equipamentos como termômetros, produtos de limpeza, já que as urnas terão que passar por higienização a cada votante.

E tem a preparação dos mesários para possíveis casos de aparecerem eleitores com sintomas.

Não será tarefa fácil.

Mesários

Sem contar a questão dos mesários. Muitas daquelas pessoas que atuaram em eleições anteriores estão nos grupos de riscos. Ainda tem os servidores da Justiça Eleitoral que encontram-se na mesma situação. A convocação dos mesários e a confirmação dos mesmos também não será fácil.

Campanha Covid

A agência Belif, liderada pelo competente Junior Moro, desenvolveu uma campanha de conscientização sobre a Covid-19. A ideia surgiu nas reuniões da administração municipal com os empresários e a proposta conta com o apoio do Frigorífico Alibem, que aliás tem realização ações muito interessantes e importantes no apoio ao combate a pandemia. A campanha é muito interessante, o mote é algo que realmente deve servir para reflexão. Quem insiste em não se precaver é cúmplice do vírus. Um alerta forte, mas necessário. Abaixo uma das peças da campanha.

 

Para refletir
“Não há nada bom
nem mau a não ser
estas duas coisas:
a sabedoria que
é um bem e a ignorância
que é um mal”.
Platão

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here