A La Pucha: perguntar não ofende

0
300

A convenção só é processo democrático quando o resultado interessa?

Só para lembrar

Os partidos já estão em fase de definição. Como é comum nesta época, decepções e surpresas fazem parte do cenário. Algumas situações surpreenderam muitos, mas não a quem está mais ligado nos bastidores.

Progressistas

Mesmo antes do anúncio do ingresso do PP na chamada Aliança pelo Bem os rumores já eram fortes de um grupo que não aceitava o papel de mero coadjuvante que estava sendo destinado a sigla, uma das maiores do Município. Com o anúncio cheio de pompa e circunstância do ingresso na Aliança, a resistência cresceu e o resultado foi a vitória na convenção de sábado (5). Os progressistas que não aceitaram ficar de fora da disputa se fizeram maioria e confirmaram a chapa pura com Luis Clovis Machado da Rocha e Lenir Diel.

Racha

É evidente, também, que o PP sairia com rupturas da convenção. O anúncio do ingresso na coligação com PL e Republicanos foi precipitado e isso ficou comprovado pela resistência que veio a seguir e confirmou-se na convenção. Anúncios de desfiliações apenas tornam público o racha que já estava configurado. O resultado da eleição mostra que o PP abre uma nova etapa. Se será bem sucedido só o tempo dirá. Mas que é um novo momento, disso não se tem dúvida.

Vereadores 

O PP também elencou 15 candidatos em sua chapa proporcional. São dez homens e cinco mulheres. Um dos nomes é o do médico Paulo Azeredo, que tentará retornar à Câmara Municipal depois de ter sido candidato a prefeito em 2016.

MDB

Já o MDB não apresentou surpresa. Confirmou que Vinícius Makvitz é mesmo o nome que oferece para compor a chapa majoritária, seja própria ou numa eventual coligação. Além disso, os emedebistas elegeram uma chapa com 23 candidatos proporcionais, sendo oito mulheres.

Candidatos a prefeitos 

Com a decisão dos progressistas, abre a possibilidade de que tenhamos de quatro a seis candidatos a prefeito. Machado e Hesse já passaram pelas convenções. O PDT vai confirmar Jacques Barbosa e o PRTB, Nívio Braz. Ainda tem a pré-candidatura de Eron Garcia, pelo Patriotas e a possibilidade do MDB concorrer em faixa própria.

 

Para refletir
“Do mesmo modo
que a união traz
a força, a discórdia
leva a uma rápida
derrota.”
Esopo

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here