ABRIR ou NÃO ABRIR? A escolha de Sofia

0
186
Foto: Daniele Angnes/JM

1. MESMO preferindo não comparar o drama presente de abrir ou não abrir o comércio nestes dias de Coronavírus, não há como não lembrar da obra de WILLIAM STYRON (1979), um sulista norte-americano que escreveu “Sophies’s Choice”, livro que faturou o National Book Award no ano seguinte.

2. QUAL era o tema?
Ser levado a optar entre duas alternativas igual e imensamente insuportáveis.
A escolha de SOFIA vem da inesquecível história de SOFIA ZAWISTOWKA, a jovem mãe polonesa que detida por um soldado nazista no campo de Auschowitz, teve que entregar um de seus filhos, EVA e JAN (que tinha 10 anos) para ser levado à câmara de gás, em troca de sua vida, de um sobrevivente e do naco de carne que escondia entre as roupas e que queria levar para sua mãe muito faminta…

3. LEMBRO disso e do filme estrelado por MERRYL STREEP, nestes dias terrivelmente difíceis. Quando não apenas Santo Ângelo como o Brasil todo e o mundo inteiro, vivem a cada dia uma “escolha de Sofia”. Abre tudo para buscar pouco a pouco o reaquecimento da economia, ou permanece com as portas cerradas das empresas, em nome da quarentena obrigatória que busca impedir a explosão do vírus sobre a população.

4. HÁ mais ou menos 80 anos atrás, a mãe SOFIA optou por entregar a filha EVA, julgando que o filho JAN teria mais forças para sobreviver. Entretanto nunca mais o viu e passou a vida inteira corroída pela dolorosa escolha que fez.

5. COMO agir então?
Penso que defendendo integralmente a sobrevivência de todos, mesmo que à custa de uma escolha olimpicamente negociada pouco a pouco. Não ficar na inércia de somente esperar e nem tampouco apostar tudo numa só cartada. Que optemos por ir abrindo mesmo aos poucos a cada semana, com firmeza e decisão, custe o que custar, mas salvando tanto as vidas como os negócios, os quais, queiram ou não, fazem parte do cotidiano de nossas vidas!

Logo, só com ela!

A imagem acima de um rosto coberto por máscara, mais do que tudo vai entrar para a história como o retrato mais forte dos tempos que estamos vivendo.

Diante da pandemia de coronavírus, milhões e milhões de pessoas assim estão vestidas para preservar a si próprias e para resguardar quem esteja na convivência.

Até mesmo aqui em Santo Ângelo e nas Missões, logo, bem logo, com a possível retomada da normalidade nas atividades, todos terão que estar observando esta prática sanitária que traz notáveis ótimos resultados.

A produção de máscaras está sendo intensificada, tanto que ainda hoje sairão os primeiros lotes, obra do trabalho dadivoso e comunitário das queridas Irmãs Carmelitas, de nosso Carmelo, à venda na Farmácia JK (frente ao HSA), com recursos revertidos para a Liga Feminina de Combate ao Câncer, presidida pela VILMA DOBERSTEIN.

TAAF,1 ANO

NO sábado completou seu primeiro ano de atividades em Santo Ângelo e região a empresa TAAF DESIGN E ARQUTETURA organização com loja na Avenida Getúlio Vargas.

Com um book de inteligentes e belíssimos trabalhos executados, a TAAF tem no seu comando PATRICIA GABERT, Arquiteta Urbanista, Especialista em Design de Móveis, Paisagismo, Design e Tecnologia, GUILHERME PAULI Arquiteto Urbanista e Especialista em Gerenciamento na Construção Civil, JULIA VERONEZE Arquiteta Urbanista e Especialista em Arquitetura Comercial e LEONARDO CANDATEN, Arquiteto Urbanista.

 

  • INTEIRAMENTE deplorável a ação de algumas pessoas, que em vez de guardarem a quarentena lendo, ouvindo música, conversando, ou mesmo, praticando todos exercícios possíveis, preferem passar o tempo repassando fakes, digitando agressões a tudo
    e a todos e destruindo as suas próprias reputações.

 

  • QUEM sempre foi lobo, agiu como lobo e construiu fama de lobo, agora não adianta tentar vestir a pele de cordeiro.

 

  • SOLIDARIEDADE, marca símbolo dos missioneiros, mais uma vez aflorando em mil ações de trabalho em conjunto para vencer as dificuldades presentes.

 

  • PARABENIZO todas as pessoas que de uma forma ou de outra, atuam na área da saúde. Sem exagero algum, são os grandes heróis do momento.Muitas vezes olvidando de si próprias, salvam vidas a todo momento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here