Gente e Negócios: Com responsabilidade

0
251

AO fechar esta Coluna ontem, ainda permanecia a imensa expectativa de toda comunidade de Santo Ângelo e da região, em relação à decisão do Governador EDUARDO LEITE, quanto ao pleito apresentado pelo prefeito JACQUES G. BARBOSA e demais prefeitos da AMM, no sentido de que permaneça a bandeira laranja, em vez da vermelha , tendo em vista erros técnicos no lançamento de números relativos à pandemia do novo Coronavírus
Faço questão de registrar entretanto, seja qual seja a decisão, a forma altamente responsável com que as autoridades aqui de Santo Ângelo e da região agiram e estão agindo diante do fato.

No domingo uma demorada reunião, iniciada às 9h30, indo até 18 horas, sob a liderança do prefeito JACQUES, examinou amplamente o episódio, apresentando pedido de revisão baseado em dados puramente técnicos. Presentes também o secretário da Saúde Dr. LUIS CARLOS CAVALHEIRO, deputado estadual EDUARDO DEBACCO LOUREIRO, coordenador de Saúde IURY SOMMER, representando o Hospital Santo Ângelo MARISTANE ALMEIDA e secretários da Prefeitura, com participação também do vice-presidente da Acisa Mauro Tschiedel, bem como à distância prefeitos da região. Foi e continua sendo um esforço unificado de todos, na mais ampla defesa dos interesses da comunidade.

Casarin preside a Associação Feaagri 

EM assembleia geral realizada segunda-feira, 15, no Centro Administrativo do Parque de Exposições, foi fundada a Associação Feaagri – Feira do Agricultor, Agroindústrias e Agricultura Familiar. Trata-se de uma entidade civil de direito privado, sem fins
econômicos, com atuação em várias áreas.

Após a aprovação dos Estatutos da Associação foi eleita e empossada a primeira diretoria, que está assim constituída:

Presidente
DANIEL CASARIN (foto), vices LUIZ GILMAR BORGES e GILBERTO AIOLFI, secretário DIOMAR FORMENTON e tesoureiro OSCAR DA FONSECA DINIZ. Conselho Fiscal titulares JOÃO BAPTISTA SANTOS DA SILVA, LUIZ DALLEPIANE e OSVALDINO JOSÉ LUCCA e suplente CLAUDIO ALIAN MIRANDA DO AMARAL.

 

Faleceu Jorge Freitas

Na manhã de sábado no Hospital São Vicente, em Cruz Alta, onde estava internado, faleceu o consagrado cantor nativista missioneiro JORGE FREITAS. Foi mais uma vítima do Covid-19 que o acometeu, a par de diabetes de que há anos padecia.

Meu caríssimo amigo JORGE FREITAS que tinha 59 anos, nasceu aqui em Santo Ângelo, sendo que desde muito jovem se destacava como cantor e tocando violão como poucos. Nas últimas décadas era um grande campeão, vencendo uma série de festivais nativistas.

Aqui mesmo em Santo Ângelo exerceu atividades com pleno êxito na Secretaria de Cultura, como atualmente na Pasta de Turismo e Cultura em Cruz Alta, na qual liderava o projeto “Coxilha vai à Escola”, levando a música da terra a milhares de crianças da rede pública.

Entre mais de 30 Troféus estavam alguns conquistados nos mais importantes Festivais do sul do país, bem como deixou gravadas em torno de 300 músicas. Seu início como cantor foi aos 9 anos no grupo “Pequenos Cantores” do Colégio Maristra Santo Ângelo. Já aos 18 anos estreiou como intérprete/ solista no Projeto Cantares aqui em Santo Ângelo. Em 1981 teve seu primeiro Festival, a 2ª Tertúlia Musical Nativista com obra de sua autoria, “Piazito de Campanha” em parceria com o NENITO SARTURI. Em 1887 gravou o primeiro CD individual, “Recuerdos Costeiros” com destaque para a canção “Peão do Meu Bagé” do MAURO FERREIRA.

Entre tantos Festivais de que participou vale lembrar Musicanto (Santa Rosa), diversas Fenamilho´s , Verão com Vida (Governo do Estado), Festival da Barranca (São Borja), Nevada da Canção (São Joaquim), Carijo da Canção (Palmeira das Missões), Califórnia da Canção Nativa (Uruguaiana), bem como em outros Estados e na Argentina.

A todos os familiares e amigos do grande cantor missioneiro, as mais sentidas condolências!

37 anos do JM

Com uma invulgar história ao longo de ininterruptos 37 anos, o JORNAL DAS MISSÕES na última segunda-feira, estabeleceu mais um marco no jornalismo gaúcho. Período ao longo do qual manteve sempre modelar linha de fidelidade aos melhores propósitos de praticar um jornalismo sadio, democrático e voltado inteiramente para a promoção do entendimento e da valoração das mais caras aspirações da população de Santo Ângelo e de toda a região missioneira.

As razões da criação do jornal em 15 de junho de 1983, sob a liderança de ADROALDO MOUSQUER LOUREIRO e MARCELINO DEBACCO, não apenas permanecem inalteráveis como a cada ano mais se solidificam. Compromissos de independência e pregação do bem acima de tudo, estão nítidos e muito claros em cada edição.

Hoje sob a direção de NEIVA MARIA DEBACCO LOUREIRO, o jornal permanece invicto na defesa dos preceitos de liberdade e voz construtiva a serviço das instituições, dos anunciantes e dos leitores.

A vida cotidiana do JM confunde-se inteiramente com a história da comunidade, cujos sonhos, lutas e aspirações representam por inteiro uma atuação
conjunta.

Particularmente a mim que milito por já 52 anos no jornalismo desta terra, sinto-me lisonjeado, orgulhoso e grato por integrar a equipe do JORNAL DAS MISSÕES, fazendo de suas páginas uma trincheira permanente de minhas crenças.

Fortes crenças, comprometidas com o plural, a veracidade e o seguir em frente!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here