Rádio Visão: Quatro anos de cadeia para mentores da Fake News

0
272
Delegado de Polícia Civil Fernando Sodré. Foto: Arquivo JM

Os mentores das fake news que desde a sexta-feira da semana passada invadiram os aplicativos de WhatsApp e redes sociais de Santo Ângelo, com notícias falsas tentando, cristalinamente atingir a honra do prefeito Jacques Barbosa e do deputado Eduardo Loureiro, devem colocar suas barbas de molho e esperar pela punição.

O delegado regional de polícia, Fernando Sodré assumiu a investigação para rastrear o autor ou autores de falsas denúncias, que davam conta de que um assessor do deputado Loureiro (Pedro Grass) teria sido beneficiado com o auxílio emergencial de R$ 600,00 do governo federal. Foi a primeira mentira.

A segunda informava que um funcionário da prefeitura, atuando na forma de Cargo em Comissão (CC), também teria sido beneficiado com o mesmo valor. O prefeito e ninguém nunca viu o cidadão na prefeitura, e na checagem interna foi constatado que ele jamais trabalhou como cargo em comissão na atual administração, e nem tampouco foi concursado no município. Também não é filiado ao PDT.

Pelo material capturado pela Polícia, o mentor intelectual disparou as fake news de Porto Alegre para Santo Ângelo, onde um aliado político se encarregou de disparar o material para um Whats de um grupo fechado, cujos membros são todos filiados ao mesmo de quem repassou. O vídeo montado foi compartilhado na noite de sexta-feira, após as 22 horas.

Várias providências estão sendo tomadas pela polícia. Uma delas vai ser quebrar o sigilo telefônico dos suspeitos e dos que compartilharam as falsas notícias. O delegado alertou que não adianta apagar provas porque os registros ficam armazenados durante cinco anos.

Uma das conclusões do delegado: o crime de difamação está caracterizado. Podendo cumular com a de calúnia.

Pena cumulada de 4 anos de prisão.

 

Se fez justiça com a região

Foi rápido, certeiro e vitorioso o movimento que Santo Ângelo liderou nesta semana para demonstrar ao Estado que havia erro na avaliação dos números da pandemia nas Missões e que não se justificava deixar a região na bandeira vermelha.

Com a certeza de que os números estavam mal interpretados, o prefeito Jacques Barbosa convocou uma reunião emergencial para a manhã de domingo e mobilizou as equipes técnicas que esmiuçaram os dados e descobriram inconsistência nos dados.

Nesse momento entrou em campo o deputado Eduardo Loureiro que imediatamente fez contatos com as autoridades do Estado para alertar sobre possíveis erros e solicitar espaço para o diálogo.

Os prefeitos da região foram mobilizados e na segunda-feira duas reuniões foram realizadas, uma delas com o governador Eduardo Leite. O resultado foi anunciado na terça pelo governador, que acatou o pedido da região e manteve as Missões na bandeira laranja.

Uma vitória da mobilização, da união e do bom senso.

 

Médicos de Ijuí alertam para o colapso total da saúde

Valdir Heck, prefeito de Ijuí

Enquanto para Santo Ângelo estão chegando 5 novos respiradores, além do aumento de leitos da UTI já consolidados no mês passado, em Ijuí os médicos alertaram para o colapso total da saúde, caso a população não se conscientize e colabore no combate ao Coronavírus.

Os médicos da Rede de Saúde Pública divulgaram nota ontem à tarde, prevendo que vão faltar hospitais (já nem se fala em UTIs) se o ritmo descontrolado de novos casos continuar nos próximos dias.

Segundo os médicos, o coronavírus está avançando de uma forma descontrolada, com um aumento de 300% em 22 dias. E nos últimos 7 dias, o número simplesmente dobrou.

O Prefeito Valdir Heck está a ponto de bala, sem mais saber o que fazer. Já decretou Toque de Recolher durante a noite, decretou a lei seca nas madrugadas, interditou praças nos bairros, proibiu cultos religiosos, e impôs outras restrições, mas o resultado não aflorou.

Com razão, Valdir Heck teme que a região seja enquadrada na bandeira vermelha já neste final de semana, e aí, fecha tudo e vai ter choro e ranger de dentes!

 

Restrição de circulação e lei seca à noite

Depois de travar uma discussão de mais de três dias com o governador Eduardo Leite sobre o conflito de números de doentes e internados pelo Coronavírus, e conseguir manter Santo Ângelo na Bandeira Laranja, o prefeito Jacques Barbosa tem a nítida consciência de que, se a população relaxar, o risco de realmente avançar uma bandeira será fatal.

Sempre contando com a serena orientação do secretário de Saúde, Luiz Carlos Cavalheiro, o prefeito impôs duras restrições a circulação de pessoas e ao consumo de bebidas alcoólicas: restrições de circulação das 23h às 5h e Lei Seca em todos os estabelecimentos comerciais depois das 22 horas 30 minutos.

As praças e logradouros públicos serão interditadas e o Parque da Fenamilho vai ser fechado. As lojas e estabelecimentos comerciais que desobedecerem as normas do Decreto serão fechadas por 14 dias.

Depois de prolongada reunião com os pastores, as igrejas não serão fechadas, mas haverá redução no número de fiéis e ainda vão ter que usar termômetro infravermelho corporal para medir a temperatura de seus frequentadores.

Tem normas para todos os gostos e se isso não for o suficiente, é porque realmente tem gente que continua não seguindo todas as regras.

 

Prêmio de R$ 1,3 milhão para a inoperância

O mais inoperante e desastrado ministro da Educação da história do Brasil, deve estar rindo à toa e debochando dos ministros do Supremo Tribunal Federal e também da nossa cara, ou seja, os contribuintes que pagaram seu salário como Ministro.

Depois de chamar os jurisconsultos do STF de vagabundos e sugerir ao presidente Bolsonaro que “colocasse todo mundo na cadeia” Abrahan Weintraub, foi forçado a pedir demissão do cargo porque sua permanência estava insustentável.

Depois de sondar vários cargos no exterior, talvez para se ver longe dele, o presidente achou a saída. Por um salário de 1,3 milhão reais anuais, o que equivale a 260 mil dólares por ano, o “iluminado” vai assumir um cargo de Diretor do Banco Mundial em Washington, nos Estados Unidos.

Só pode dar charque nessa história!

 

> Pelo que vem ocorrendo em Santo Ângelo ultimamente, uma expressão vem se popularizando. O que antes era conhecido como “coisa de mirim”, agora é chamado de “coisa de júnior”. A irresponsabilidade é grande.

> O índice de ocupação de leitos de UTI na região de Santo Ângelo era uma das mais baixas do Estado no dia de ontem. Com a chegada de novos respiradores, a situação vai melhorar ainda mais. Porém, todo cuidado é pouco.

> Não adiantou a torcida de um grupo restrito de pessoas para que ocorresse o fechamento do comércio em Santo Ângelo, determinado pela bandeira vermelha. As lideranças responsáveis agiram rápido para tristeza dos que insistem em querer fazer política em meio a pandemia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here