Triagem do Coronavírus será toda na UPA

0
139
Unidade iniciou o atendimento na tarde desta sexta-feira, e vai funcionar diariamente das 7h às 22h. Foto: Fernando Gomes/AI Prefeitura de Santo Ângelo

Quem era contra a abertura da UPA e torcia para que o Coronavírus explodisse em Santo Ângelo, certamente anda com a língua queimada.

Além de atender mais de quatro mil pessoas por ano, desafogando o Hospital Santo Ângelo, a Unidade de Pronto Atendimento do Bairro Pippi está prestando um outro relevante serviço, que não estava nos protocolos sanitários antes do início da pandemia.

O prefeito Jacques Barbosa, seguindo orientação do secretário de Saúde, Luís Carlos Cavalheiro, implantou ontem a tarde um serviço de ampla triagem para suspeitos e pessoas com síndromes gripais.

Com isso, a partir de agora, todos aqueles pacientes que suspeitam estar com o vírus, vão direto para o setor de triagem, antes mesmo de serem encaminhados aos hospitais.

Segundo o diretor da UPA, Osvaldir Lemos, ali dentro já assinam um protocolo, são medicados, e dependendo da gravidade ou não, são enviados para o Hospital de Caridade ou orientados a permanecer em casa, sob isolamento e com o monitoramento da Secretaria de Saúde.

É mais um esforço das autoridades municipais em melhorar e dar suporte a estrutura de combate a pandemia. É assim que se faz, ainda que tenha gente (do mal) torcendo contra.

Aliança pelo Bem produz fake news

O grupo político denominado Aliança pelo Bem do Município (ou seria do Mal?), uma junção do PP, PL, PSL e Republicanos, tem se dedicado a promover ataques aos adversários políticos e a publicar fake news em Santo Ângelo. Tudo isso em meio a maior crise de saúde já enfrentada pelo país.

Nesta semana publicaram nas suas redes sociais a foto de um estabelecimento comercial que se encontra aberto com a intenção de “denunciar” possível favorecimento por parte da prefeitura, pelo fato da proprietária ser esposa de um secretário municipal.

Ocorre que “esqueceram” de checar os fatos. O decreto estadual permite o funcionamento, com restrições, de diversos estabelecimentos que comercializam itens considerados essenciais, caso do empreendimento em questão. Integrante de uma rede de franquia nacional, as lojas pertencentes a esta rede estão abertas em todo o Estado, mesmo nas regiões com bandeira vermelha.

Mas quando o mais importante é fazer política a qualquer preço, “às favas a verdade e todos os escrúpulos de consciência”, como disse o então ministro Jarbas Passarinho em 1968, quando da instituição do AI-5 no país, o ato mais duro da ditadura militar. O ataque foi tão agressivo e despropositado que a proprietária anunciou que tomará as providências legais cabíveis. Pelo jeito a conta pelas baixarias será grande. E o resultado eleitoral, previsível.

Operação pente-fino no HSA

O apelo dramático do governador Eduardo Leite para que as pessoas permaneçam em casa nos próximos 15 dias para conter o vírus que se alastra desordenadamente pelo Estado inteiro, tem dado alguns resultados contrários em Santo Ângelo.

Dos quase 20 casos novos registrados nas últimas semanas, pelo menos uns 15 foram infectados provavelmente dentro de casa. São três famílias, cada uma com cinco casos, que produziram as infestações. Tudo indica que algum membro dessas famílias trouxe o vírus da rua e infectou quem estivesse em casa.

De olho no alastramento desordenado, o provedor do Hospital Santo Ângelo (HSA), Odorico Bessa Almeida determinou a realização de um pente-fino dentro do hospital, testando todos os funcionários e médicos, que somam mais de 600 pessoas.

Só na quinta-feira, mais de 40 testes foram aplicados, mas o hospital não divulgou os resultados. Aliás, se tivesse um palmo de coordenação no combate a pandemia dentro do núcleo das autoridades, essa testagem seria a prioridade número um dos governos.

Enquanto ficamos nesse fecha e abre, avança e não avança bandeira, a situação só tende a piorar. Não é de graça que a maioria dos governantes estrangeiros afirmam que o Brasil anda fazendo quase tudo errado.

Novo diretor implanta medidas de contenção na CNEC

Em meio a crise do coronavírus, A CNEC (antigo Iesa) passou a ter um novo diretor. Ao contrário dos últimos gestores, buscados em vários pontos do país, inclusive, de São Paulo, que não se adaptaram a realidade e cultura local, desta vez a direção nacional apostou num professor que está ha 18 anos vivendo a realidade diária da consagrada Instituição de Ensino.

Trata-se do professor Lauri Bueno de Jesus, atualmente no cargo de coordenador do Curso de Direito e que já mostrou a que veio. Seguindo a orientação nacional, reuniu os professores e implementou uma redução de salários para conter eventual crise econômica decorrente das mudanças por causa da pandemia.

Os professores mais antigos, e com os salários mais altos, tiveram uma redução de 28%. Numa outra faixa de salários, a redução foi de 25 % e entre os funcionários, com a promessa de não demitir ninguém até março do ano que vem, a redução foi de 20 %.

Segundo o diretor, essa economia vai sustentar a redução de receita decorrente da crise que os próprios alunos estão enfrentando, também em consequência do Coronavírus.

As medidas de prevenção contra a doença são tão rígidas na CNEC, que nem a secretaria está funcionando de forma presencial. Funcionários, professores e alunos, todos em casa, estudando de forma virtual.

Sucesso ao professor Lauri, que tem talento de sobra para abraçar a nova missão!

Justiça reconhece fake news e manda excluir vídeo de redes sociais

A justiça já começou a agir no sentido de coibir e punir os autores e propagadores de notícias falsas em Santo Ângelo.

Nesta semana a juíza Nina Rosa Andres reconheceu como fake news um vídeo que circulou no município com ataques ao deputado Eduardo Loureiro e ao prefeito Jacques Barbosa, buscando vinculá-los a supostas irregularidades no recebimento do “Auxílio Emergencial” concedido pelo governo federal por parte de algumas pessoas.

No seu despacho, a juíza determinou a imediata retirada do vídeo postado em uma rede social por um determinado cidadão do município. Na sua manifestação a magistrada reconheceu a existência de informações falsas e que o conteúdo “tem potencial para causar dano a integridade moral e à honra do autor ao tentar vincular seu nome a pessoas que teriam se beneficiado indevidamente do chamado ´Auxílio Emergencial´”.

A multa diária estabelecida na sentença, em caso de descumprimento, é de R$ 5 mil. Já tramita também no Judiciário algumas ações por dano moral. A sentença deverá sair em breve.

  • As eleições municipais estão confirmadas para este ano. Pela lei aprovada pelo congresso, o primeiro turno acontecerá em 15 de novembro. Isso se o novo coronavírus deixar.
  • O advogado Luis Clóvis Machado da Rocha tem reiterado a sua pré-candidatura a prefeito pelo PP. Segundo ele, ao seu partido não cabe outro papel senão o de protagonista.
  • Se a justiça não agir a tempo a campanha eleitoral deste ano deverá ser a de mais baixo nível da história de Santo Ângelo. Ao invés de propostas, um festival de agressões e fake news. Tudo comandado de Porto Alegre com o respaldo de “lideranças” locais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here