Buscando resultados

0
143

Sempre que oriento profissionais, sendo das minhas equipes ou não, procuro sugerir que ao entrar na organização procurem ter muito claro a resposta para duas perguntas que devem focar seu trabalho: “Como se ganha dinheiro neste negócio?” E “Como se perde dinheiro neste negócio?”. As respostas encontradas darão muitos dos caminhos que devem ser percorridos em busca dos resultados que esta organização precisa do seu trabalho. Dentre as funções para as quais foi contratado, é fundamental saber como você pode contribuir com o aumento do faturamento e com a redução dos custos.

O foco no esforço precisa ser substituído pelo foco nos resultados, pois de pouco adianta chegar cansado ao final do dia, estressado ao fim da semana, se os resultados para a organização foram pífios. É tão pouco produtivo ter profissionais que se cansam muito, gerando poucos resultados, quanto é pouco estratégico ter profissionais que custam pouco, gerando poucos resultados. Os custos de pessoal, assim como outros, não tem que ser altos, nem baixos, eles tem que valer a pena.

Assim, precisamos nos avaliar e desejar sermos avaliados numa organização pela capacidade de gerar resultados com o trabalho que desenvolvemos. Para colocar mais foco nos resultados, seguem algumas observações importantes aos profissionais que nos acompanham:

– Adaptação – os estudos de evolução de Darwin se adaptam bem à vida profissional mostrando que sobrevive e se desenvolve mais, não o mais forte, nem o mais rápido e sim aquele que melhor se adapta ao ambiente conforme as mudanças que forem ocorrendo. Um mundo em constante mutação exige adaptação rápida as novas situações, o que pode ser um diferencial fundamental para focar em resultados, ao invés de gastar energias para destacar por exemplo, o que era melhor antes das mudanças;

– Resiliência – precisa-se desenvolver a capacidade de superar com serenidade as dificuldades que aparecem, absorvendo impactos e seguindo em frente com firmeza e objetividade. Quando sofrem pressões quanto ao tempo, resultados, mudanças rápidas e cobranças, os profissionais precisam digerir mais facilmente os insucessos passageiros e continuar focando seus objetivos com todo o entusiasmo;

– Foco em resultados – quando alguém lhe pede para trabalhar duro não está pedindo para sofrer sem causa e sim para compreender as metas e a necessidade de cumpri-las no menor prazo possível, gerando resultados melhores;

– Qualidade no trabalho em grupo e individual – a capacidade de trabalhar em grupo é cada vez mais valorizada, pois é sabido que grupos de pessoas com diferentes visões e experiências geram mais condições de chegar a um resultado melhor. Também existem momentos em que é preciso decidir e agir sozinho para uma decisão rápida ou o fechamento de um bom negócio e é preciso desenvolver a autoconfiança para tomar a melhor decisão;

– Boa escuta e percepção – um bom ouvinte consegue mais e melhores informações, aumentando as chances de obter bons resultados. Saber a hora de perguntar para que o outro lado exponha mais e melhor seus pontos de vista, facilita a elaboração de estratégias para melhores negócios;

– Bom relacionamento interpessoal – para alcançar os objetivos, as metas, é preciso contar com o melhor das pessoas, que são fundamentais para o sucesso de qualquer negócio. Escolher os indivíduos certos para desempenhar cada função é responsabilidade do líder, que deve contar com a percepção apurada para lidar com várias equipes ao mesmo tempo e todos os dias;

– Visão de futuro – um bom profissional não fica apenas preocupado com as metas do momento, mas também como fará para atingir as metas do ano que vem e daqui a 2, 3, 4 anos. A reflexão sobre o que é preciso fazer hoje para aumentar o sucesso nos próximos anos deve ser uma inquietação constante na mente dos bons profissionais.

É sabido que para a grande maioria, o topo da carreira é difícil de ser atingido, mas aqueles que procuram integrar as práticas descritas, têm mais chances de alcançarem o lugar que desejam e de permanecerem lá por muito tempo.

Um abraço e até a próxima.